CPA-M7 inicia vacinação de 3,3 mil agentes de segurança contra o coronavírus

Rosana Ibanez – Diretora de Redação

O Comando do Policiamento de Área Metropolitano 7 (CPA/M-7) deu início nesta segunda-feira (05) a vacinação dos profissionais das forças de segurança que atuam nos municípios de Arujá, Cajamar, Caieiras, Francisco Morato, Mairiporã e Santa Isabel, além de Guarulhos. No total 3,3 mil profissionais serão vacinados até o próximo dia 12.

“É fundamental porque a ideia é proteger quem nos protege. Proteger aqueles que entregam a sua vida para proteger a sociedade. Há uma grande exposição dos agentes que estão diariamente nas ruas, inibindo, inclusive as aglomerações. Um policial contaminado pode trazer o vírus para o quartel, para sua família, além da sociedade. Então esse processo de proteção não é só do policial em si, mas de toda a sociedade”, afirmou o coronel PM Adriano Aranão, comandante do CPA-M7.

Juntamente com o secretário para Assuntos de Segurança Pública, Márcio Pontes, o prefeito Guti acompanhou o início da imunização. “Temos que vacinar quem cuida da gente, da nossa segurança”, afirmou.

O plano de vacinação inclui os policiais federais que atuam em São Paulo, policiais militares, civis, bombeiros, da Polícia Científica, agentes de segurança e de escolta penitenciária, e guardas civis municipais.

“Os policiais não fogem da luta. Diariamente estamos expostos a muitos riscos. Hoje estamos dando um primeiro passo e tudo será sempre em prol da cidade”, afirmou o delegado Secccional, José Aparecido Sanches Severo.

Os policiais vacinados foram convidados a doarem um quilo de alimento não-perecível que será doado às famílias em vulnerabilidade social.

Em todo o estado cerca de 180 mil doses de vacina foram disponibilizadas aos agentes em mais de 80 unidades da Polícia Militar. O objetivo da medida é evitar aglomerações nos postos públicos de saúde, onde prossegue a campanha de vacinação para o restante da população.

A vacinação é exclusiva aos profissionais da ativa das instituições, com exceção daqueles que não atendem aos critérios médicos estabelecidos pelas autoridades de saúde, como gestantes, lactantes, ter tido a covid-19 há 30 dias ou menos. Para receber a imunização os profissionais de segurança podem fazer um cadastro prévio pelo site https://vacinaja.sp.gov.br. O registro, porém, não é obrigatório.