Controle rígido de estoque garante a segunda dose contra a covid em Guarulhos

A cidade de Guarulhos não verificou até o momento nenhum problema de falta de disponibilidade da segunda dose da vacina contra a covid-19, independentemente do fabricante, ao contrário do que tem sido verificado nas últimas semanas na cidade de São Paulo e em outros Estados. A Secretaria da Saúde informa que, com a chegada de mais imunizantes ao longo desta semana, a vacinação continuará sem intercorrências em Guarulhos.

Entre os motivos apontados pela Prefeitura estão o rígido controle do estoque e da distribuição das três vacinas que demandam segunda dose (Coronavac, AstraZeneca e Pfizer), o que passa pelo Departamento de Vigilância em Saúde e por todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), além de eventuais mutirões em CEUs espalhados pela cidade.

Esse rígido controle inclui, por exemplo, não utilizar as vacinas reservadas para a segunda dose na primeira aplicação e, portanto, respeitar o intervalo preconizado pelos fabricantes. Além disso, o sistema de agendamento de vacinação, do qual Guarulhos foi uma das cidades pioneiras, permite um controle maior na aplicação da segunda dose. “Não é fácil realizar esse controle e organizar a logística em um município grande como Guarulhos, mas temos uma equipe muito empenhada e competente em toda a rede”, afirma Valeska Zanetti Mion, diretora municipal de Vigilância em Saúde.

A cidade de São Paulo, por exemplo, não implantou o esquema de agendamento, o que em determinados dias ocasionou um excesso de pessoas nas UBS, situação em que é mais fácil perder o controle sobre as doses aplicadas, além de gerar aglomerações. A capital paulista tinha, até sexta-feira (10), cerca de 200 mil pessoas com a segunda dose da vacina AstraZeneca em atraso por falta de imunizantes nos postos de saúde. Os estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul também ficaram sem doses para a segunda aplicação.

É necessário salientar ainda que Guarulhos não atrasou a vacinação mesmo tendo adiantado, por diversas vezes, as datas de vacinação em variadas faixas etárias na comparação com a cidade de São Paulo. Até o momento a Prefeitura já aplicou 1.484.227 imunizantes contra a covid, sendo 959.826 da primeira dose, 486.690 da segunda e 37.123 da dose única (Janssen). Houve ainda 588 terceiras doses aplicadas em idosos.

“Nosso cuidado desde o início da vacinação em relação à logística, ao prazo de validade dos imunizantes, ao controle do estoque e à guarda da segunda dose, assim como o empenho de todos os departamentos da Pasta da Saúde e dos colaboradores nas UBS na aplicação dos imunizantes, além do apoio do prefeito Guti em todas as fases desse processo, justificam o sucesso de Guarulhos no controle da pandemia”, disse o secretário da Saúde, Ricardo Rui.

- PUBLICIDADE -