Contos e lendas guarulhenses encerram o festival literário na EPG Giseli Lazarini

- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

Da Redação

Contos e lendas guarulhenses fizeram a animação dos alunos da EPG Giseli Lazarini da Silva Portela, no Pimentas, na última sexta-feira (26). O autor e contista guarulhense Elton Soares de Oliveira participou do encerramento do Festival Literário Literalmente Isso, com o Projeto “Guarulhos tem história”, desenvolvido ao longo do bimestre com os alunos.

Historiador, escritor e pesquisador da história local desde 1980, Elton se dedica em conhecer os lugares, curiosidades e o modo de vida das pessoas, principalmente em Guarulhos. As professoras utilizaram os livros do autor “Causos e lendas Guarulhenses” e “Revelando a História do Pimentas e Região” para abordar a migração nordestina e o processo de transformação no bairro;a origem do nome e a história do bairro Pimentas; biografia, reescritas, cidadania, entre outros aspectos culturais da região.

Durante a atividade, o autor foi recebido com muito carinho pelas crianças e pela equipe escolar e participou de um café filosófico com roda de conversa, na qual relatou sua história de vida e presenteou o público narrando suas experiências de forma lúdica e aberta à participação das crianças.

Os alunos realizaram produções artísticas dos principais personagens dos contos e lendas guarulhenses, tais como, “O galinho português da Igreja Matriz”, “A cobra de sete metros do bairro Água Azul”, “O lobisomem do Jardim São João”, “A bruxa de Cumbica” e o autor falou da lenda “Azuclete, a loira do Picanço”.

A atividade contou ainda com a confecção manual dos personagens dos livros, confeccionados pela aluna Carolina Feitosa, do 5º Ano B.

Escolas participam do festival

Ao longo de todo o mês de abril, o Festival Literário apresentou diversas atividades culturais e pedagógicas levando a literatura para além das páginas dos livros. A proposta envolveu alunos da rede runicipal e guarulhenses, buscando sempre acolher as pessoas e mostrando a importância da utilização dos espaços e captando sempre novos leitores.

Na EPG Tizuko Sakamoto, diversas atividades lúdicas fizeram parte do Festival, de acordo com o Projeto Político-Pedagógico (PPP) da escola. Foram contempladas as dimensões tempo e espaço, participação e organização dos alunos, com base na Cultura Brasileira e atividades pedagógicas variadas, desde apresentações teatrais com foco em histórias e personagens da cultura brasileira e apresentações musicais relacionadas ao tema.

Já na EPG Siqueira Bueno, no Jardim Vila Galvão, as atividades culminaram com a Mostra “Água, Vida e Adversidade”, desenvolvida pelos alunos da unidade. As atividades abordaram sobre os cuidados com os recursos naturais e o impacto que pode provocar com a destruição do meio ambiente.

Na sequência, foi realizada uma homenagem ao Corpo de Bombeiros, relembrando o trabalho dos profissionais no rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, com a entrega de uma placa ao representante da corporação.

Imagem: Divulgação/ PMG

- PUBLICIDADE -