Contas de água em Guarulhos só serão reajustadas no ano que vem

Lucy Tamborino

O valor da conta de água do guarulhense sofrerá reajuste no ano que vem. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo nesta sexta-feira (12). A tarifa, que não sofria reajuste desde 2017, deve passar de R$ 43,46, para imóveis residenciais que gastarem até 10 m³ de água e esgoto em um mês, para R$ 46,74.

Na deliberação da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), ainda é previsto o reajuste de 2021, quando a tarifa deve passar para R$ 50 no consumo mínimo de imóveis residenciais.

Em abril, a Sabesp anunciou que assim como em 2017 e 2018, não haveria aumento no valor cobrado neste ano. À época, a companhia alegou que, por conta do contrato de concessão, Guarulhos possui tarifas diferenciadas, que seriam equiparadas às demais tarifas praticadas na Região Metropolitana de São Paulo a partir do terceiro ano de operação. A última vez que houve reajuste na tarifa em Guarulhos foi em maio de 2016, após decreto do então prefeito Sebastião Almeida (PDT) que aumentou as contas em 8,44%.

Em nota, a Sabesp afirmou que a publicação é a homologação do Plano de Adequação Tarifária para o município. A companhia ainda destacou que os valores são os mesmos para o primeiro ano do plano de adequação tarifária da deliberação da Arsesp. E ainda reforçou que as tarifas somente serão reajustadas a partir do segundo ano de operação da companhia no município.