Conselho de Políticas para Mulheres discute o mercado de trabalho para o público feminino

O Conselho Municipal de Políticas para Mulheres de Guarulhos promoveu, no último dia 23/06, uma palestra virtual com o tema “A mulher no mercado de trabalho – Desafios e oportunidades”. O órgão é vinculado à Subsecretaria de Políticas para Mulheres e é presidido pela diretora de Saúde e Bem-Estar da Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos, Irene Araújo.

A palestrante foi a presidente da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), Fádua Sleiman, que também é vice-presidente do Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp). O secretário municipal do Trabalho de Guarulhos, Toninho Magalhães Filho, também participou do encontro.

“Historicamente, a mulher tem mais dificuldade para empreender e atualmente, com a crise causada pela pandemia a situação se agravou. Neste cenário, precisamos de mobilização para fomentar a capacitação e o empreendedorismo feminino”, afirmou Irene.

Fádua lembrou que, durante a pandemia de Covid-19, as mulheres foram as mais impactadas. “Muitas tiveram que deixar seus empregos, pois com as crianças em casa, nem todas tinham com quem deixar os filhos. Temos que ajudar a recolocar estas mulheres no mercado de trabalho. Isto precisa ser feito por meio de capacitação e qualificação”, ressaltou.

Segundo Fádua, atualmente no Alto Tietê as mulheres administram 52% das empresas. “Muitas buscam no empreendedorismo uma forma de fazer o que gostam e ainda conquistar uma renda” afirmou a palestrante.

A presidente da ACMC enfatizou que o marketing pessoal e a qualificação são aspectos importantes para quem busca se recolocar no mercado de trabalho. “Estamos sobrecarregadas por todos os papéis que assumimos. A partir do momento que passarmos a administrar nossa família, nossas obrigações e as emoções que ganharam atenção nesta pandemia, vamos mudar para melhor. O marketing pessoal não é apenas a roupas que vestimos, mas como nos apresentamos, como queremos ser lembradas. Faça sempre cursos, existem opções online e muitas delas gratuitas”, completou.