Conclusão do trecho Norte do Rodoanel será prioridade, diz Ramuth

Foto: Maria Menezes

Maria Menezes

O pré-candidato a governador do Estado de São Paulo Felício Ramuth (PSD) afirmou que uma das prioridades no seu plano de governo é a conclusão do trecho Norte do Rodoanel – uma parte do anel rodoviário que está em construção desde 2013 e recentemente teve o leilão das obras suspenso novamente.

“Mais do que um benefício para Guarulhos é um benefício para o Estado de São Paulo como um todo”, disse Ramuth em visita a Folha Metropolitana.

Para ele a conclusão da obra vai baratear inclusive a alimentação da população, devido a rapidez no fluxo do transporte. “Do Vale do Paraíba conseguiríamos atender, por exemplo, o sul do país com o trecho Norte liberado ou regiões da capital com muito mais rapidez. É menos gasto tanto para quem faz deslocamento de carro quanto para o transporte de caminhões, ou seja, barateia a alimentação e tem uma série de benefícios, além de desafogar o trânsito da região central da capital e de Guarulhos”, disse.

Ramuth frisa ainda a importância de Guarulhos para o cenário governamental, principalmente pelos benefícios de exportação. “A cidade é uma das principais e mais importantes do estado. O município tem muitas empresas exportadoras, é um grande ranking de exportação, tem o aeroporto de entrada do Brasil. Portanto, São Paulo tem que ter Guarulhos”, disse. 

Saúde, educação e economia

Segundo ele, uma das medidas necessárias para a saúde paulista é a digitalização dos processos de distribuição de medicamentos de alto custo. “O processo para conseguir um medicamento é muito burocrático e arcaico, a ideia é digitaliza-lo, além de entregar nas casas dos pacientes”, disse.

Para ele, há a necessidade, ainda, de o ensino municipal receber recursos do estado. “A educação infantil, por exemplo, é responsabilidade das prefeituras, mas o estado pode ajudar. Neste caso, é possível zerar as filas de creche com construções rápidas, como implantamos São José dos Campos o que chamamos de construção off-site, que permite construir uma creche em, no máximo, seis meses”, explica Ramuth que foi prefeito de São José dos Campos por dois mandatos, no período de 2016 a 2022.

Além da geração de renda e qualificação, ele defende, ainda, a implementação do cashback do percentual do imposto pago no diesel, com o objetivo de baratear o combustível. “O cashback retorna parte daquilo que paga de imposto e 25% do diesel é imposto do estado. O valor seria devolvido através da Nota Fiscal Paulista, que já existe, e o CPF, que cadastrado como autônomo, passa a ter esse benefício em tudo o que ele abastecer dentro do Estado de São Paulo”, conclui.

- PUBLICIDADE -