Concessionária que irá operar Lote Piracicaba-Panorama oferece mais de 400 vagas de emprego

Da Redação

O consórcio vencedor da licitação para a concessão Lote Piracicaba Panorama, que abrange 1.273 quilômetros de rodovias, está com 448 vagas de empregos abertas em 32 cidades atravessadas pela malha que estará sob sua operação a partir da assinatura do contrato.

As vagas oferecidas pelo consórcio vencedor abrangem desde o nível universitário, como oportunidade para engenheiro eletricista, passando por nível técnico, com vagas para técnicos em sistemas, até nível básico como ajudantes de sinalização, entre outras. As cidades onde há vagas são: Adamantina, Águas de São Pedro, Bauru, Boraceia, Brotas, Charqueada, Dois Córregos, Duartina, Flórida Paulista, Garça, Herculândia, Ipeuna, Itirapina, Jaú, Junqueirópolis,  Lupércio, Marília, Martinópolis, Oriente, Osvaldo Cruz, Paraguaçu Paulista, Pederneiras, Quatá, Rancharia, Rio Claro, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra, Santa Mercedes, São Carlos, São Pedro, Torrinha e Tupã.

 Veja no link http://www.artesp.sp.gov.br/Sh…/Vagas_Emprego_Lote_Pipa.xlsx as vagas por cidade. Para se candidatar acesse http://lnkd.in/n8zR2F .

Além das contratações diretas pela nova concessionária, outras vagas serão abertas através da implementação das obras previstas no contrato de concessão. A previsão é de geração de mais de seis mil empregos diretos e indiretos somente no primeiro ano de contrato, com aumento para sete mil a partir do segundo ano. A concessão de 30 anos prevê investimentos que somam R﹩ 14 bilhões para a infraestrutura rodoviária que atravessa São Paulo, desde a região de Campinas até o extremo oeste do Estado, na divisa com o Mato Grosso do Sul. Considerando a outorga proposta e os investimentos exigidos pelo edital, a concessão viabiliza R﹩ 15,1 bilhões em recursos para o Estado de São Paulo.

Entre as intervenções previstas na concessão do Lote Piracicaba-Panorama estão 600 quilômetros de duplicações e novas pistas (contornos urbanos). Também haverá faixas adicionais e vias marginais, entre outras, obras que melhoram a fluidez, o escoamento da produção regional e a segurança viária. Serão implantados, ainda, acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias. O projeto estabelece que a cada quatro anos sejam realizadas revisões que possam adequar novos investimentos nas pistas. Assim, poderão ser antecipados ou feitos novos investimentos, como duplicações e faixas adicionais de acordo com a avaliação de novas demandas. Receberão investimentos trechos das rodovias SP-304, SP-308, SP-191, SP-197, SP-310, SP-225, SP-261, SP-293, SP-331, SP-294, SP-284 e SP-425, beneficiando diretamente 62 municípios cortados por essa malha.

Empregos em outras concessões. A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) divulga em seu site e redes sociais as oportunidades de emprego oferecidas pelas concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. As 20 empresas responsáveis pela operação, manutenção, serviços e investimentos nos 9,8 mil quilômetros da malha concedida fecharam o ano de 2019 com um total de mais de 25,7 mil empregos gerados, e as oportunidades de uma vaga surgem a cada nova obra ou ciclo de investimentos das concessionárias.

- PUBLICIDADE -