Começou o Brasília Capital Moto Week, maior encontro de motociclistas da América Latina

Guilherme Derrico

A espera acabou! Depois do sucesso da edição 2017, milhares de motociclistas das mais diversas partes do mundo chegaram à Granja do Torto, na Capital Federal, para o Brasília Capital Moto Week 2018, que começou ontem e vai até 28 de julho. O maior evento do gênero da América Latina e o terceiro maior do mundo ocupa 250 mil metros quadrados, o que corresponde a uma área equivalente a 25 estádios do Maracanã.

Em sua 15º edição, o evento conta com shows de peso como Capital Inicial, Titãs, Scalene, Raimundos e outras 48 atrações musicais. Além de casamentos, espaço voltado para as motociclistas, o Lady Bikers, Moto kids, globo da morte, bares temáticos e uma série de atrações que prometem conquistar até quem não está familiarizado com o mundo das duas rodas.

“Dos motociclistas que atravessam o mundo aos demais visitantes, o espírito do Brasília Capital Moto Week é de união e partilha. Fazemos um evento plural, onde todos são bem-vindos. Começamos como um pequeno grupo de motociclistas e agora somos mais de 600 mil pessoas”, afirma Marco Antônio Portinho, um dos organizadores.

No ano passado, o encontro movimentou mais de R$ 55 milhões na economia do Distrito Federal e, nesta edição, deve alcançar cifras ainda maiores. São esperadas 680 mil pessoas, 300 mil motos, e 1704 moto clubes do Brasil e do mundo. Toda a produção foi pensada de acordo com requisitos de responsabilidade social, com plantio de árvores, redução do carbono emitido, reciclagem, consumo consciente de água, entre outros.

Imagem: Divulgação