Coluna Livre com Hermano Henning

O PT, Partido dos Trabalhadores, faz suas convenções neste domingo para eleger diretórios nos três níveis. Municipal, estadual e nacional.

Se depender do guia, ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gleici Hoffmann será eleita presidente da sigla.

Militantes de Guarulhos concordam com Lula a julgar pelas informações a mim passadas ontem por uma das lideranças do partido. Há total concordância com as indicações que saem da cela da Polícia Federal em Curitiba.

“O PT viveu momentos difíceis nos últimos anos. E Gleice esteve com o ex-presidente o tempo todo. Absolutamente fiel”.

A declaração é do ex-vereador e figura importante no partido hoje, professor Samuel Vasconcelos. Samuel é candidato a presidente do diretório municipal, numa eleição que envolve cerca de vinte e cinco mil militantes aptos a depositar o voto nas urnas que funcionarão nas escolas municipais, “gentilmente cedidas pelo prefeito Guti”.

Uma eleição que tem mais uma candidata ao cargo de presidente da sigla, a vereadora Genilda Bernardes, ex-secretária de Assistência Social do Município nas administrações petistas.

Apesar de apenas dois candidatos a presidente do diretório, são cinco as chapas disputando o voto dos convencionais. Os cargos serão preenchidos obedecendo à porcentagem que cada uma delas conquistar.

Quatro chapas apoiam o nome de Genilda. Apesar de só ter uma das chapas de seu lado, o professor Samuel tem certeza de ser eleito. “A maioria das lideranças expressivas do partido está comigo”.

Pietá e Alencar

A eleição do diretório petista de domingo, em número de eleitores, pode ser comparada à eleição de uma cidade média do estado de São Paulo. O movimento nas zonas de votação, por isso, será grande.

Há ainda um detalhe importante na disputa. Os candidatos a presidente e os líderes das chapas em disputa mostram claramente o lado que estão na disputa pela Prefeitura.

De um lado, o ex-prefeito e ex-deputado Elói Pietá. Do outro, o deputado e ex-vereador Alencar Santana.

Samuel Vasconcelos não esconde que apoia Pietá. Genilda prefere Alencar. “De um lado, a experiência, a capacidade administrativa, de outro, a juventude e o espírito combativo”.

— São dois bons candidatos.

A eleição de agora será importante para saber qual dos dois enfrentará o prefeito Guti que fatalmente tentará a reeleição.

Pode acontecer que se decida por uma prévia, como aconteceu no passado, onde todos os filiados votam.

De uma coisa o PT está confiante. O partido estará no segundo turno da eleição do ano que vem.