Cidade ainda possui três escolas de lata

Lucy Tamborino

Guarulhos ainda possui três escolas de lata sendo elas: a EPG Mario Lago (Parque Primavera), Jean Piaget (Taboão) e Doutor Heitor Maurício de Oliveira (Bom Clima). Os imóveis foram herdados pelas gestões anteriores.

No entanto, segundo o secretário de Educação, Paulo Cesar Matheus da Silva, eliminá-las é uma prioridade da pasta. Para isso alguns projetos vêm sendo estudados. Na Mario Lago o terreno adjacente será aproveitado para construção e na Jean Piaget ainda serão construídas duas unidades. “É difícil falar prazo de obra, tem que contar com as intempéries. Mas o processo licitatório deve começar em junho”, explicou Silva em entrevista à Folha Metropolitana. A construção deverá ser feita nos modelos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com a metodologia de material pré-fabricado. 

O secretário ainda criticou as estruturas da escola Jean Piaget. “Você precisa descer uma escadaria imensa de cerca de 70 degraus com crianças. É impossível você fazer um negócio como esse”, relatou.

Já a Doutor Heitor Maurício de Oliveira ainda não tem prazo para que de fato a licitação para as obras ocorram. “Lá o nosso departamento de engenharia está estudando, porque ali tem um problema maior, a localização da escola. É um grau de complexidade um pouco maior”, afirmou.

O problema da estrutura de lata impacta o convívio e desenvolvimento de alunos e professores, já que o material intensifica as temperaturas, no verão o calor é ainda mais intenso, a mesma coisa acontece no frio no inverno.

Imagem: Lucy Tamborino