CCR RioSP prevê mais de um milhão de veículos na Via Dutra e Rio-Santos

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

A CCR RioSP realiza, entre os dias 11 e 15, feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, uma operação especial de orientação e atendimento ao motorista que estiver em viagem pela Via Dutra (BR-116) e Rio-Santos, a BR-101. A concessionária prevê fluxo superior a um milhão de veículos durante o período de feriado prolongado. O que representa um acréscimo de 11% no tráfego da rodovia quando comparado com um período normal, sem feriado prolongado. O tráfego deve ficar mais intenso a partir das 16h de quarta-feira, dia 11/10, saída de feriado. Já na volta do descanso, a concessionária prevê tráfego mais intenso a partir das 15h de domingo, dia 15 de outubro.
 
Para proporcionar mais fluidez e segurança, as obras na Via Dutra serão permitidas até às 12h desta quarta-feira, dia 11, véspera de feriado. Entre os dias 12 e 15 de outubro, não serão executados serviços com interdição de faixa da rodovia. Já na BR-101, a Rio-Santos, do dia 11/10, quarta-feira, às 12h até o dia 16/10, segunda-feira, dia 16, não serão autorizados os serviços programados com interdição de faixa da pista.
 
Expectativa de tráfego para o feriado de Nossa Senhora Aparecida – Via Dutra
A Concessionária prevê um aumento no volume de tráfego na Via Dutra a partir de quarta-feira, dia 11/10, quando são esperados mais de 270 mil veículos. O horário de maior movimento será das 17h às 21h. Já no domingo, dia 11, retorno do feriado prolongado, devem circular pelo trecho administrado pela CCR RioSP pouco mais de 252 mil veículos. O horário de pico será das 15h às 21h.
 
Expectativa de tráfego para o feriado de Nossa Senhora Aparecida – Rio-Santos
O tráfego também será intenso na Rio-Santos, a BR-101, no trecho entre o município de Ubatuba, litoral norte de São Paulo, e a chegada ao Rio de Janeiro. Entre quarta-feira e quinta-feira, são esperados mais de 73 mil veículos nos 270km da rodovia federal administrados pela CCR RioSP. Depois disso o tráfego volta a ficar intenso no domingo, retorno do feriado prolongado, quando são esperados cerca de 80 mil veículos.
 
Peregrinos
Até o dia 15/10, a CCR RioSP trabalhará em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) numa série de ações de orientação, que visam garantir mais segurança aos peregrinos que seguem a pé ou de bicicleta em direção ao Santuário de Aparecida, no Vale do Paraíba (SP). A concessionária não recomenda a peregrinação a pé ou de bicicleta pela Via Dutra, principalmente pelo risco de acidentes.  
 
Desde o início da operação, no último dia 05, até o momento, a concessionária registrou quatro vítimas, sendo três vítimas moderadas e uma vítima fatal. O atropelamento fatal aconteceu no km 178 da pista sentido Rio de Janeiro da Via Dutra na madrugada da última segunda-feira, dia 09/10. A orientação da concessionária para quem quiser realizar a caminhada até o Santuário Nacional de Aparecida (SP) é buscar outras opções de caminhos, como à Rota da Luz, estradas rurais, que liga Mogi das Cruzes e Aparecida.
 
Durante esse período, além de apoiar o trabalho de orientação da Polícia Rodoviária Federal, a concessionária terá ações próprias. Uma delas é o reforço das equipes operacionais e de Atendimento Pré-Hospitalar da Concessionária, além de veiculação de mensagens nos Painéis de Mensagens Variáveis (PMVs), alertando o motorista que está em viagem pela rodovia sobre a presença de pedestres e ciclistas na pista.
 
As equipes de inspeção também estão orientando e distribuindo fitas refletivas aos peregrinos. Foram confeccionados cerca de 14 mil refletivos. Os materiais são distribuídos sempre que são avistados grupos de peregrinos caminhando pela rodovia. No caso de ciclistas, os refletivos são colados, na hora, com objetivo de aumentar a visibilidade. Além de receber o item de segurança, todos são orientados sobre como se comportar na rodovia, contribuindo para redução de ocorrências na rodovia.
 
Também foram implantadas 70 lixeiras, principalmente no trecho entre Taubaté e Aparecida. Esse trabalho é importante, principalmente porque o resíduo que é deixado às margens da rodovia pode obstruir os sistemas de drenagem e provocar danos ao meio ambiente, quando transportado para os leitos de córregos e rios. Todo o material coletado pelas equipes é encaminhado para uma empresa devidamente licenciada para o recebimento e a destinação desses resíduos.
 
Ponto de orientação
Como parte do trabalho desse ano, a concessionária, em parceria com o Instituto CCR, montou um ponto de atendimento e orientação no km 99 da pista sentido São Paulo, da Via Dutra (BR-116), ao lado da base operacional de Pindamonhangaba. O atendimento ao peregrino que estiver de passagem pelo trecho será realizado entre os dias 10 e 11 de outubro, das 10h às 15h. O trabalho faz parte das ações do Programa Caminhos para a Saúde, do Instituto CCR.
 
O peregrino que passar pelo local durante o período da ação terá à disposição alguns serviços como massagem e atendimento de enfermagem com aferição de pressão. Os banheiros da base operacional estarão à disposição dos peregrinos que estiverem na tenda. Após receber o atendimento, o peregrino recebe da concessionária isotônico, água, barra de cereal e frutas. Além de fitas refletivas.
 
Trecho em obras
A concessionária está com obras em São Paulo, Guarulhos e São José dos Campos. Durante o período de maior volume de peregrinos caminhando pela rodovia, a sinalização nesses trechos foi reforçada pela concessionária e pelas empresas contratadas. Os locais receberam novos cerquites, além de instalação de placas orientando o local por onde a passagem deverá ser feita nesses trechos.

- PUBLICIDADE -