Câmara instaura CEI para investigar concessionária do Aeroporto de Cumbica

Da Redação

A Câmara Municipal instaurou ontem uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para analisar a relação do GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, com a cidade.

A proposta surgiu na última reunião da Comissão Especial de Estudos (CEE) que apurou a proibição de entrega de comida delivery aos trabalhadores do terminal de Cumbica.

“A concessionária sequer teve a competência de vir à Câmara, mandando uma carta muito desrespeitosa. Passou da hora de fazer uma CEI e apurarmos a fundo esse Vaticano que se transformou o aeroporto dentro de Guarulhos”, afirmou o vereador Zé Luiz Lula (PT).

Segundo os parlamentares, o objetivo é investigar a relação da concessionária em vários aspectos como o fechamento da ponte que liga a Marginal Baquirivu à rodovia Hélio Smidt. “Venho lutando desde o início do mandato para a abertura deste acesso. Imagina se acontece um acidente aéreo na região do Jardim São João, Presidente Dutra por onde virão os bombeiros? Além do que a GRU Airport está proibindo a entrega e comercialização de alimentos. Eles ignoram as leis municipais, porque quando o pequeno comerciante não respeita a leis municipal ele é multado e o aeroporto não?”, disse o vereador Wesley Casa Forte (PSB).

Foto: Karina Yamada