Câmara começa hoje a investigar Zeitune

Da Redação

Os vereadores que compõem a Comissão Especial de Inquérito (CEI) iniciam hoje a investigação de uma suposta extorsão do pré-candidato ao Governo do Estado e vice-prefeito, Alexandre Zeitune (Rede).

A expectativa é que os áudios onde supostamente Zeitune estaria pedindo uma verba de R$ 12 milhões para as campanhas eleitorais deste ano – sendo R$ 5 milhões para a campanha de Marina Silva à presidência da República – sejam divulgados pelo presidente da CEI, vereador Marcelo Seminaldo (PT). Na semana passada, o petista se recusou a divulgar o conteúdo alegando que dessa forma estaria preservando a imagem de Zeitune.

Compõem a comissão, 11 vereadores. São eles: Geraldo Celestino (PSDB), Luis da Sede (PRTB), Toninho da Farmácia (PSD); Moreira (PTB); Acácio Portela (PP); Genilda Bernardes (PT), Serjão Inovação (PSL), Romildo Santos (DEM) e Carol Ribeiro (PMDB), além de Seminaldo e Eduardo Carneiro (PSB), que será o relator.

Foto: Rômulo Magalhães