Bonsucesso acumula mais de 300 buracos, diz morador que plantou bananeiras

Lucy Tamborino

Os moradores da região do Bonsucesso, cansados do abandono na região decidiram chamar a atenção para os buracos de uma maneira inusitada: plantando bananeiras na rua Cordeiros e na avenida Marcos Paulo Gonçalves.

Com ação os moradores esperavam que todos os buracos fossem tampados pela Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S. A. (Proguaru), o que não aconteceu. “Se for contar mesmo todos os buracos da região, serão mais de 300”, afirmou um deles que não quis se identificar explicando que quatro bananeiras são colocadas e retiradas para não atrapalhar o trânsito ou causar acidentes.

Outro morador que organizou a ação explica que foi cogitado fazer passeatas em rodovias, porém a ideia era resolver o problema de abandono do bairro e não causar mais prejuízos à população. “Vem governantes e governantes e nada muda. Não vou dizer que é dessa gestão, mas se nesses 36 anos que eu moro aqui já está assim, imagine o futuro para os meus filhos. É melhor dar a cara para bater agora”, lamentou sem se identificar com medo de represálias.

Ainda um recapeamento realizado a cerca de 15 dias na avenida Marcos Paulo Gonçalves está desgastado e abrindo um novo buraco. “Isso é humilhante porque é o nosso dinheiro que está sendo jogado fora”, disse o morador.

Os buracos também causam vazamento de esgotos na travessa da estrada Acácio Antônio Batista com a avenida Bom Jesus da Lapa. “Quando estoura o esgoto fica muito fedor. Como eles fazem um esgoto no meio da avenida onde passa milhares de carros? Eles arrumam passa um mês dois estoura de novo”, afirmou Rosana de Assis, coordenadora da creche Amaa IV.

A Sabesp informou que o reparo na rede de esgoto do local será realizado. Já a Proguaru informou que já realizou a manutenção nos buracos na rua Cordeiros. Quanto aos buracos nas avenidas Marcos Paulo Gonçalves e Bom Jesus da Lapa, a empresa deve realizar uma vistoria com o objetivo de se verificar de quem é a responsabilidade da manutenção.

Imagem: Lucy Tamborino