Bom Prato comemora 20 anos

O governador Geraldo Alckmin durante o almoço de Natal do Restaurante Bom Prato. Data: 24/12/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, comemora em dezembro, duas décadas do Programa Bom Prato, que tem como objetivo oferecer para a população de baixa renda refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível, servindo diariamente mais de 97 mil refeições.
“Estamos muito felizes de comemorar este marco em nossa gestão, sob a liderança do Governador João Doria, que tanto se preocupa com a proteção social da população mais fragilizada do Estado”, comenta a Secretária Estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes. “Reconhecemos e valorizamos a grandeza deste programa e reforçamos nosso compromisso em continuar implementando ações efetivas, atuando com seriedade, velocidade e responsabilidade para assegurar a segurança alimentar”, finaliza.

Criado em 2000, o programa Bom Prato já recebeu investimento de mais de R﹩729 milhões de reais entre custeio das refeições, implantação e revitalização. Desde 2019, foram inauguradas três novas unidades (São Bernardo, Cubatão e Itapevi), outros quatro equipamentos foram revitalizadas (Brás, Campos Elíseos, Carapicuíba e Guaianases), proporcionando conforto e melhor atendimento aos usuários durante as refeições.

Ao longo dos 20 anos, as 59 unidades distribuídas pelo Estado de São Paulo ofereceram mais de 262 milhões de refeições, o que equivale a pelo menos uma refeição para cada brasileiro. Com isso, o Bom Prato se tornou mais que um programa de segurança alimentar e passou a estar presente na sociedade, oferecendo oportunidades para as pessoas, especialmente às em situação de vulnerabilidade social, criarem vínculos e conhecerem novas culturas por meio da gastronomia.

Renomados chefs já passaram pelas cozinhas dos restaurantes, preparando cardápios especiais para apresentar a esta parcela desfavorecida da população de São Paulo, mesclando temperos, sabores e receitas de todo mundo. Entre eles: Morena Leite, Nir Baruch, Mauricio Ganzaroli, Cassiana Brumati, Laurent Suaudeu, entre outros.

“Ficamos muito orgulhosos também em ver o empenho dos colaboradores para prestar um excelente serviço e atender diretamente as pessoas que mais precisam, e que não medem esforços, especialmente neste ano, em que o programa foi essencial para garantir a proteção social da população paulista”, comenta Célia Parnes.

Em março, as unidades se adaptaram em 24h, para servir as refeições em embalagens descartáveis com talheres, e não interromper o fornecimento de alimentação. Além disso, o Governo de São Paulo também anunciou a ampliação do serviço em todas as unidades Bom Prato, servindo jantar e abrindo aos finais de semana e feriados, um aumento de 60% no número de refeições, o que somou a entrega de 3,2 milhões de refeições por mês.

Outra iniciativa, visando garantir a segurança alimentar, é a oferta de refeições, desta vez de forma gratuita, para as pessoas em situação de rua, devidamente cadastradas nos centros municipais, sendo mantida até o encerramento do estado de calamidade pública, decorrente da pandemia da Covid-19. Neste período, já foram distribuídas mais de 23 milhões de refeições, sendo mais de 500 mil gratuitamente, mediante a apresentação do cartão com QR Code.