Bolsa Família em Guarulhos bate recorde com mais de 64 mil beneficiários

O Bolsa Família em Guarulhos registrou 62.194 beneficiários em março de 2021. Este é o maior contingente de pessoas atendidas pelo município e em comparação a fevereiro deste ano, mês em que se atingiu 55.605 assistidos, o aumento foi de 11,84%.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, o resultado é fruto da adoção de medidas que facilitaram o atendimento da população, como as unidades do CadMóvel que funcionam como um Centro de Referência da Assistência Social (Cras) itinerante. Elas vão aos bairros mais distantes possibilitando a inscrição e o recadastramento da população vulnerável em programas sociais, e ainda orientam sobre os demais programas existentes.

O secretário Alex Viterale destacou que o principal desafio da pasta nos últimos quatro anos foi alcançar as famílias invisíveis em situação de vulnerabilidade do município. “Estamos bem próximos de atingir a meta estipulada pelo IBGE, que é alcançarmos 62.660 famílias vulneráveis. Restam apenas 466 famílias para serem contempladas pelo programa. Nosso principal objetivo foi descentralizar o atendimento para facilitar o acesso das famílias aos nossos equipamentos e implementar ações para a busca ativa dessas famílias em vulnerabilidade social” afirmou Viterale.

O gestor também atribui o desempenho do programa ao trabalho coeso entre as equipes da pasta e das secretarias de Educação, por meio dos CEUs, e de Trabalho, que cedem os telecentros para os mutirões de cadastramento.

Outra contribuição importante para a elevação de famílias inscritas no Bolsa Família foi a instalação da Tenda do Busca Ativa no Taboão (próxima ao Restaurante Popular Josué de Castro), bem como a nova Central do Cadastro Único (CadÚnico), no Jardim Bom Clima, e os 32 mutirões de cadastramento realizados nos bairros a partir de 2017 pela administração municipal, os quais foram suspensos devido à pandemia no ano passado.