Atropelamento de romeiros coloca estradas para Cidade Santa em alerta

Da Redação

Dois romeiros que seguiam a pé na direção do Santuário Nacional de Aparecida, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, foram atropelados por um carro nesta quarta-feira (10), na rodovia Presidente Dutra. Um deles foi levado em estado grave a um hospital da região e o outro teve ferimentos leves e acabou atendido no local. Dois ocupantes do automóvel também ficaram feridos – sem gravidade.

As rodovias de acesso à cidade de Aparecida estão em alerta para o risco de acidentes com os peregrinos. Desde o dia 1º até a tarde desta quarta, 2.727 fiéis haviam passado a pé pela Dutra, seguindo para o santuário. O pico no movimento de caminhantes é registrado entre quinta e sexta-feira (dias 11 e 12). Os romeiros caminham pelos acostamentos, às vezes muito próximos da pista. A chuva aumenta o risco de acidentes.

Mesmo não recomendando este tipo de manifestação às margens da rodovia em função do risco que representa, a expectativa da CCR NovaDutra, concessionária que administra a via, é que aumente o número de romarias a pé pelos acostamentos da via Dutra em direção à Basílica Nacional até o dia 14 de outubro, em razão do feriado da Padroeira do Brasil.

“Não temos como proibir a manifestação na rodovia, mas trabalhamos para diminuir essas ocorrências e reafirmamos os perigos ao realizar essas romarias na rodovia”, disse Virgílio Leocádio, gestor de atendimento da concessionária CCR NovaDutra.

A campanha da concessionária que teve início na segunda quinzena de setembro, tem foco na segurança e reforço nas orientações e dicas de segurança aos peregrinos e usuários da rodovia. A concessionária também reforça aos romeiros a orientação para utilizar a Rota da Luz SP, um caminho mais seguro aos grupos de peregrinos.

Em 2017, em função da comemoração do Jubileu de 300 anos da aparição da imagem da Padroeira foram registrados entre os dias 1º de setembro e 30 de outubro, 22.112 romeiros que caminharam a pé pela rodovia, sendo 18.753 pessoas entre os dias 6 e 13 de outubro, número 117% maior que no mesmo período de 2016.

Dados da Concessionária revelam que, entre 1º de janeiro e 30 de setembro de 2018, foram registrados cinco acidentes envolvendo romeiros na rodovia, um aumento de 25% comparado ao mesmo período do ano de 2017. No mesmo período, os números ainda revelam que ocorreram sete registros de atropelamentos, com dois vítimas fatais, quatro vítimas leves e uma com ferimentos moderados, aumento de 75%, comparado ao mesmo período de 2017, quando foram registrados quatro atropelamentos, com uma vítima fatal.

Rota da Luz – A Rota da Luz é um traçado formado por estradas secundárias, somando 201 km que passam por nove municípios, saindo de Mogi das Cruzes. A rota é um caminho mais seguro para os romeiros com destino ao Santuário Nacional de Aparecida.

 

Dicas de segurança para romeiros:

– Utilize a Rota da Luz SP, um caminho mais seguro para os romeiros;

– Caminhe no sentido contrário ao do tráfego, em fila indiana, o mais distante possível da pista e do acostamento;

– Só caminhe durante o dia. Evite caminhar à noite ou na madrugada;

– Use roupas claras e coloridas. Se possível, use faixas refletivas. Aumente ao máximo a sua visibilidade para os motoristas;

– Descanse fora da rodovia. Se houver veículo de apoio, estacioná-lo em local seguro, em posto de serviços, nunca no acostamento;

– Mantenha sua atenção. Rodovia é espaço para veículos, não para pedestres;

– Se chover, interrompa sua caminhada. Os riscos são maiores com pista molhada.

Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil