Atlético Guarulhense lança escola social de futsal no Cocaia

Alex Bispo

O Clube Atlético Guarulhense, hoje contando com quase 600 atletas na cidade, em parceria com a Escola de Educação Esportiva Guarulhense, anunciam mais uma grande novidade para a sequência do ano de 2018. Trata-se da escolinha social do clube, com treinamentos de futsal para homens e mulheres entre 8 e 16 anos.

O supervisor das categorias menores do clube, Willer Fernandes, falou sobre o projeto. “A ideia da escolinha social é um desejo antigo do presidente e dos demais diretores. Desde o princípio o objetivo do Guarulhense é proporcionar e promover oportunidades para a prática esportiva na cidade”, falou.

Willer ainda falou sobre o objetivo da iniciativa. “Vamos atender as crianças, dando oportunidade para além de aprenderem o futsal, aprenderem outros valores, até fazendo um trabalho paralelo, de apoio às equipes federadas. A minha expectativa é a melhor possível, esperamos que seja um sucesso. Com uma grande quantidade de adolescentes sendo atendidos”, finalizou.

Paulo Oliveira o Paulinho, que será um dos professores, também falou sobre o projeto. “Queremos passar um pouco de experiência para crianças carentes que não tenham condições de pagar uma escolinha. E sempre saem jogadores com qualidades para jogar um campeonato federado”, falou.

Vale lembrar que no mesmo local, o Guarulhense também atende às segundas e quartas, das 8h às 10h, 100 idosos na ginástica gratuita. O projeto social do Clube Atlético Guarulhense, em parceria com a Escola de Educação Esportiva Guarulhense terá início no próximo dia 4 de setembro, terça-feira, às 8h.

As aulas irão ocorrer todas as terças e quintas-feiras em dois horários. O período da manhã entre 8h e 10h e o período da tarde entre 13H e 15H na Rua Joana Borrego Molina, 101, no Jardim Toscana (Cocaia).

Imagem: Lucas Canosa