Atendimento em Saúde Mental cresceu 36,8% em Guarulhos

Os atendimentos em psiquiatria nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) de Guarulhos registraram um aumento de 36,8% de 2016 para 2017. Balanço de um ano de gestão divulgado pela Secretaria de Saúde aponta que o número de consultas médicas nessa especialidade saltou de 7.404 para 10.129 nesse período.

Além de realizar 30.664 consultas de psiquiatria a mais, a rede de Atenção Psicossocial da Prefeitura aumentou em 100% os atendimentos do cuidador em Saúde Mental, que saltaram de 6.186 para 12.372 no mesmo período. Os procedimentos dos profissionais de enfermagem efetuados nos Caps também se elevaram: foram realizadas 123.735 intervenções por enfermeiros e auxiliares em 2016 contra 184.983 em 2017.

Quando somadas as consultas e procedimentos executados pelos Caps entre 2016 e 2017 chega-se a um número de 83.332 atendimentos a mais realizados nesse período. Dentre outras coisas, contribuíram para esse avanço, o aumento nas demais consultas, como as do psicólogo, que subiram de 43.553 para 55.150; com o terapeuta ocupacional, que passou de 7.742 para 10.215; e com os assistentes sociais cuja ampliação foi de 10.077 para 13.469.

Foto: Fábio Nunes Teixeira