Artesp aponta 13 irregularidades na rodovia Ayrton Senna

Lucy Tamborino

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) pode multar à concessionária Ecopistas por 13 irregularidades encontradas no corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, que corta Guarulhos.

Os problemas encontrados vão desde lixo ou entulho na via, a questões de falta de reforma, como cerca danificada, não reparo de elemento de drenagem e problemas de manutenção do pavimento.

Todos os itens detectados estão em análise pela Artesp para definição da aplicação de multa, por outro lado, na garantia do direito à ampla defesa, a Ecopistas pode recorrer. As infrações foram encontradas em fiscalizações de rotina, não tendo sido identificada a necessidade de nenhuma ação especial multidisciplinar na via.

Outras rodovias fiscalizadas pela Artesp passaram ainda por uma ação especial, chamada Blitz Olho Vivo, executada no ano passado. No total, foram 36 fiscalizações em 22 rodovias paulistas, cobrindo um trecho de 6.384 quilômetros de pistas da malha rodoviária sob concessão no Estado de São Paulo.

A blitz, uma ação multidisciplinar criada em 2017, é uma fiscalização complementar às vistorias realizadas rotineiramente pelas diferentes áreas técnicas da Artesp, com o objetivo de zelar pela qualidade e segurança.

Em nota, a Ecopistas informou que as notificações foram verificadas e solucionadas, no momento estão sob análise da Artesp com justificativas. Segundo a concessionária, as notificações apontadas não impactaram ou ofereceram riscos à segurança dos usuários da via. A Ecopistas destacou, ainda, que desde o início de suas atividades, em junho de 2009, investiu mais de R$ 1,5 bilhão em obras de melhorias e manutenção da infraestrutura viária em prol do usuário e do interesse público.

Imagem: Mayara Nascimento