Aparecida programa festa virtual e limita fiéis

Aparecida (SP) - Missa de Nossa Senhora Aparecida no Santuário Nacional no dia da Padroeira do Brasil (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O Santuário de Aparecida, no Vale do Paraíba, anunciou que todas as celebrações da tradicional Festa da Padroeira, que acontecem dia 12 de Outubro, serão realizadas no formato virtual, em virtude da pandemia do novo coronavírus.

O acesso à programação será restrito – o público vai ser representado por pessoas escolhidas pelo Santuário Nacional, ligadas à Arquidiocese de Aparecida. Novena, procissões, vigílias, carreata e passeio ciclístico estão cancelados – além das apresentações musicais que todos os anos recebem milhares de fiéis dentro da Basílica e também nos enormes pátios anexos ao templo. Em 2019, por ali circularam cerca de 170 mil pessoas.

A participação dos fiéis, acostumados a lotar Aparecida nesse dia, todos os anos, será possível por meio de site, redes sociais e de TV, que replicarão as fotos dos devotos durante a transmissão, tanto na internet quanto pela televisão. “Entendemos que a experiência de fé de cada devoto também é vivida a partir de cuidados que demonstramos por ele”, disse o reitor do Santuário, padre Eduardo Catalfo, em comunicado que divulgou pelas redes sociais. Até a habitual coletiva de imprensa, que reunia muitos veículos de comunicação, foi suspensa.

A decisão da igreja foi aprovada pelos fiéis, que também usaram as redes sociais para manifestar o apoio. “Atitude muito correta para o momento que estamos vivendo”, comentou a mineira Evelyn Silva. Para a carioca Bel Araújo, “vamos ter muitos anos para comemorar na casa de nossa mãe”. O horário de visitação ao templo também foi reduzido, de 3 a 11 de outubro, durante a novena.

No dia 12, o Santuário só abrirá das 12 h às 17 h. A devota Valmi Brambila Raimundo, do Espírito Santo, lamentou o fechamento das celebrações ao público. “Uma pena, né? Mas para que possamos estar bem quando tudo isso passar, vamos fazer tudo direitinho”.