Alunos do Eniac faturam 1º e 2º lugares em desafio internacional sobre desenvolvimento sustentável

Dois estudantes da modalidade Premium do Centro Universitário ENIAC integraram as equipes vencedoras do Amazon Experience CESUPA Challenge, um desafio virtual que teve o objetivo de promover a elaboração de projetos relacionados ao desenvolvimento social e econômico da Região Amazônica, de maneira sustentável.

O evento foi idealizado pelo U’Experience, consórcio de 57 universidades – entre elas, o ENIAC – que promove a internacionalização de seus cursos de graduação. Participaram alunos de diversos países, como China, Romênia e Estados Unidos, entre outros. O desafio durou duas semanas e a comunicação entre os participantes foi toda feita em inglês. Inclusive a apresentação dos trabalhos foi feita 100% no idioma estrangeiro.

Dos cinco alunos do ENIAC que participaram do Amazon Experience, dois se destacaram nos times que ficaram em 1º e 2º lugares: Isaque Nagy, estudante de Arquitetura e Urbanismo, integrante da equipe campeã, e Isabela Pereira, de Fisioterapia, que fez parte do grupo vice-campeão.

Junto com Fernanda Tocantins, Rafaella Cancio, Tina Yang e Yuxiang Jiang, Isaque criou a startup Ekofurt. Eles conquistaram o desafio com o desenvolvimento de móveis feitos a partir do aproveitamento de sementes de açaí, que geralmente são descartadas, sem a utilização de pregos e nem cola.

Como o próprio estudante explicou, os objetos foram montados exclusivamente com os encaixes das peças, assemelhando-se a um “Lego” gigante. De acordo com Isaque, apenas 5% do açaí são consumidos, pois os outros 95% são a semente. Ainda segundo ele, somente na cidade de Belém, capital do Pará, 16 toneladas de caroços da fruta são produzidas diariamente. 

“Pensamos em usar essas sementes, que são descartadas por diversas empresas, para criar um MDF especial. E, a partir dele, idealizamos nossos móveis, totalmente sustentáveis”, disse o estudante. Isaque ainda pontuou que, por serem feitos a partir de encaixes, os móveis podem ter duas ou três formas diferentes, com a utilização das mesmas peças.

Tanto ele como Isabela (vice-campeã do Amazon Experience com a criação do Xerimbabo, produto orgânico direcionado ao tratamento de pets), entraram no desafio graças à modalidade Premium do ENIAC, coordenado pela professora Gabriela Ballalai.

O que o Premium? 

A modalidade Premium é uma forma diferente de estudar na graduação, pois o aluno aprende de forma imersiva, com práticas profissionais, desenvolve projetos reais e conta com o programa de internacionalização do ENIAC. Hoje, o projeto possui aproximadamente 390 alunos.

“Todos os estudantes desta modalidade têm acompanhamento individual comigo, seja na instrução sobre a carreira, nas certificações, no inglês, no intercâmbio, na mentoria ou na iniciação científica. Eu pego um a um e direciono”, destacou a coordenadora Gabriela Ballalai.

A ideia é que a modalidade Premium seja semelhante a uma universidade integral, com atividades durante o dia todo, assim como acontece nas melhores instituições norte-americanas, integrantes da Ivy League (grupo formado pelas oito universidades mais prestigiadas dos EUA), como: Harvard, Columbia, Yale, Princeton, entre outras.

Entre os benefícios do Premium estão: Intercâmbio em Universidades Internacionais; Mentoria; Curso de Inglês; Iniciação Científica; Internacionalização; Palestras de Mercado de Trabalho; Projeto Carreiras; e Micro certificações.

Campeão do Amazon Experience, Isaque Nagy reconheceu a importância da modalidade no seu desenvolvimento pessoal e profissional. “Tive experiências únicas, como conquistar este desafio. Além disso, aprendemos diversas coisas que não são restritas ao mercado de trabalho e que levaremos para toda a vida”, completou o estudante.