Alunos da EPG Josafa Tito Figueiredo participam de atividade de língua inglesa

- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

Valores da cultura de paz como respeito, compaixão, união e bondade nortearam o Spelling Bee 2023, atividade de língua inglesa que aconteceu na manhã da última quinta-feira (27) na EPG Josafa Tito Figueiredo, no Taboão. A ação, que envolveu os alunos do 4º e do 5º ano, teve como objetivo resgatar os sentidos formativos da língua inglesa, afastando o idioma de ser meramente utilitarista.

“O Spelling Bee é uma espécie de jogo no qual as crianças soletram palavras em inglês a partir de um trabalho sistemático com os fonemas realizado em sala de aula. Nessa metodologia de ensino o aprendizado do idioma tem como foco a dimensão intercultural dos jogos, em que não há vaias nem competição, e todos os participantes torcem uns pelos outros”, explica Thalita Rios, coordenadora de Programas Educacionais da Secretaria de Educação.

Quando elaboraram a atividade, que também aconteceu na semana anterior na EPG Mário Lago, a professora de inglês Rita de Cássia Alencar e o professor de educação física Rodrigo Pistoni tiveram como foco práticas formativas que não fomentassem a competição entre os alunos; antes, oferecessem a eles a oportunidade de aprender, independente de errar ou acertar.

 “O projeto é muito interessante porque parte do desejo de que uma criança possa inspirar a outra a aprender e a ter curiosidade com a língua inglesa. Conseguimos ótimos resultados porque o projeto foi além das nossas expectativas de desenvolvimento de vocabulário e conhecimento das palavras. Apesar de alguns alunos mais tímidos não desejarem participar do Spelling Bee, todos eles treinaram juntos e acompanharam seus colegas na semifinal”, explica a docente. Em cada uma das turmas as devolutivas pós-projeto mostraram à professora Rita que a ação alcançou o objetivo de despertar o interesse e a curiosidade dos alunos.

Torcida contagiante

Spelling Bee 2023 é uma das ações do projeto anual Valorizando Vidas, iniciativa da unidade escolar para fomentar o convívio, as práticas coletivas e os valores essenciais, dentre os quais o respeito ao próximo e à diversidade.

No contexto do Spelling Bee, ouvir o que o colega tem a dizer, torcer por ele e acreditar no potencial do grupo faz toda a diferença. Mesmo assim, a aluna do 4º ano C, Emily Amanda, de nove anos, conta que estava muito nervosa no momento de soletrar o nome Jack. “Deu um frio na barriga, é a primeira vez que eu soletro uma palavra na frente de todo mundo”. Suas colegas de equipe, Vitória Cristina Silva (9) e Ágata dos Santos (10), estavam muito confiantes. “Estudamos mais de duas semanas, deu tempo para aprender todas as palavras”, diz Vitória, satisfeita com a equipe. “Não tem competição, ficamos felizes quando nossos colegas também acertam”, comemora Ágata.

Os representantes do 5º ano B Karine Silva (10), Bryan Marques (10) e Jamilly Vitória Oliveira (10) também avaliaram sua participação enquanto equipe. “Tentei manter a calma, porque a ansiedade podia atrapalhar. Nos preparamos bastante e, quando a gente voltar para lá, vamos prestar mais atenção e ficar mais calmos para não errar nenhuma palavra”, confirma Bryan.

No preparo da turma para o sarau literário da EPG Josafa, que acontece nesta sexta-feira (28), a professora Luciene Conceição Pereira utiliza o conjunto de valores trabalhados no Spelling Bee para a produção coletiva de poemas. “A participação é mais importante do que ganhar. Por isso, um dos diferenciais do projeto da escola é fazê-los compreender todos esses valores e a forma de aplicá-los no dia a dia”, explica.

Sem data prevista para finalização, o Spelling Bee segue entrelaçado às propostas e práticas da EPG Josafa Tito Figueiredo, sobretudo no que diz respeito aos valores de humanização e respeito ao próximo.

- PUBLICIDADE -