Alto Tietê melhora indicadores e fica mais perto da fase verde do Plano SP

Com melhora na maioria dos indicadores de controle da pandemia de coronavírus, o Alto Tietê está mais perto da fase verde do Plano SP. Na nova atualização apresentada nesta sexta-feira (04/09), a região continuou entre os melhores desempenhos do Estado de São Paulo, com redução principalmente nos óbitos. Na próxima segunda-feira, o Alto Tietê entrará na nona semana da fase amarela.

Dos sete indicadores que norteiam as classificações do Plano SP, hoje o Alto Tietê atende seis deles para evoluir à fase verde. A proporção de óbitos por habitantes é o único que mantém a região na etapa amarela. Embora as estatísticas estejam em redução, o Alto Tietê registra uma média de 6,4% mortes para cada 100 mil habitantes, enquanto o necessário para a fase verde é 5,0. 

“Estamos na curva decrescente, com cada vez menos óbitos. Em 14 dias, a variação de mortes entre 100 mil habitantes reduziu mais de 5%, o que é extremamente positivo”, avalia o presidente do CONDEMAT, prefeito Adriano Leite. “A expectativa é de que essa redução nas mortes se mantenha nas próximas semanas, assim como a melhora nos demais indicadores, para que possamos evoluir, com cautela e segurança, na flexibilização. Para isso, é fundamental que todos continuem com as medidas preventivas, pois a quarentena permanece”, acrescenta o presidente.

De acordo com os dados apresentados hoje na atualização do Plano SP, nos indicadores de capacidade hospitalar o Alto Tietê apresenta 49,7% de taxa de ocupação de UTI (-5,69% a menos do que 14 dias atrás) e dispõe de 15 leitos/UTI para cada 100 mil habitantes. Nos indicadores de evolução da doença, a região apresenta uma variação de 0,79 em novos casos; 0,98 de internação; e 0,84 de óbitos. Já a taxa de internações por 100 mil habitantes é de 31,0 e, de óbitos, de 6,4.

Indicador21/0804/09Variação
Taxa de Ocupação Covid/Últimos 7 dias52,749,7-5,69%
Leitos Covid UTI/100 mil hab.15,815,0-5,06%
Casos0,800,79-1,25%
Internações0,850,9815,2%
Internações/100 mil hab. (14 dias)34,731,0-10,6%
Óbitos0,880,84-4,54%
Óbitos/100 mil hab. (14 dias)7,26,4-5,55%