Alfândega da Receita Federal em Guarulhos liberou a entrada no país de mais de 59 milhões de equipamentos de proteção individual contra coronavírus no último mês

No mês de abril, a Alfândega da Receita Federal no aeroporto de Guarulhos liberou a entrada no país de 57 milhões de máscaras e dois milhões de aventais que serão utilizados no combate à pandemia da covid-19. Também foi liberada a entrada de 2,6 milhões de testes para detecção da doença e 155 respiradores.

Esses números incluem somente as cargas que são entregues diretamente aos importadores. Outra grande quantidade de material sai do aeroporto no chamado trânsito aduaneiro, que ocorre quando a carga chega a uma Unidade Aduaneira mas o despacho para consumo acontece em outra Unidade. No último mês, chegaram por Guarulhos para desembaraço em outros pontos do País 100 milhões de máscaras, 800 mil testes e 150 respiradores.

A principal preocupação da Alfândega da Receita Federal de Guarulhos tem sido a agilidade. Os servidores se revezam em plantões e juntos cobrem a recepção e a liberação das cargas relacionadas ao combate à covid-19 de forma ininterrupta.