Aeroporto de Cumbica registra 52 interferências de balões em voos

Brasil, São Paulo, SP, 26/12/2015. Dois balões são vistos no céu do bairro do Tucuruvi, na zona norte da capital paulista, na rota de pouso dos aviões que pousam no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na manhã deste sábado (26). - Crédito:DARIO OLIVEIRA/CÓDIGO19/AE/Código imagem:194901

Da Redação

Somente neste ano o GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, já registrou 52 ocorrências com balões que caíram na área operacional do aeroporto. No ano passado, foram contabilizadas 65 ocorrências do tipo no terminal.

Nesses dados não estão registrados os números de balões que cruzam o espaço aéreo do aeroporto e caem nos bairros vizinhos. Já com relação às pipas foram oito neste ano e 25 em 2017.

Por isso durante todo o mês de agosto, serão realizadas ações de conscientização nas escolas públicas de Guarulhos sobre o perigo de soltar pipas e balões nas proximidades do aeroporto. A campanha envolverá, aproximadamente, 16 mil jovens e adolescentes do ensino fundamental e médio de vinte escolas da região.

O objetivo da campanha é informar sobre os impactos que a brincadeira pode trazer à segurança da própria criança, além dos riscos à aviação. Soltar balões é crime ambiental e pode provocar incêndios em florestas e em áreas urbanas como casas, escolas e hospitais, além de colocar em risco a vida das pessoas. Sobre as pipas, a campanha não visa à proibição, apenas o esclarecimento sobre formas e lugares seguros para a prática, alertando sobre os perigos que envolvem áreas próximas à rede elétrica, vias de tráfego, uso do cerol –item considerado crime, quando utilizado, e que pode danificar a estrutura das aeronaves.

Imagem: Dario Oliveira