Ações da Sabesp em Guarulhos tiram 800 mil pessoas do rodízio em 100 dias

Da Redação

As obras que a Sabesp vem implantando em Guarulhos possibilitaram que 800 mil moradores (60% da população da cidade) saíssem do rodízio de abastecimento de água em um período de 100 dias – a companhia assumiu os serviços de saneamento da cidade em janeiro. Na comparação com dezembro de 2018, hoje são oferecidos 500 litros por segundo a mais de água, o equivalente a cinco estações de tratamento do tamanho da ETA Tanque Grande. A meta da Sabesp é garantir o abastecimento para toda população guarulhense até o aniversário da cidade em 8 de dezembro.

Dentre as melhorias neste período, a companhia realizou a interligação do reservatório de São Miguel, levando água para a região dos Pimentas e do Reservatório Gopoúva abastecendo o Centro, Ponte Grande, Picanço e Parque Continental. Além disso, aumentou a produção das ETAs Cabuçu e Tanque Grande. Os trabalhos são uma parceria profissional e técnica entre as equipes da Sabesp e do Saae de Guarulhos.

Mais de 50 bairros foram beneficiados e já saíram do rodízio. Dentre eles: Bom Clima; Bonsucesso; Centro; Cidades Aracília e Seródio; Conjunto Haroldo Veloso; Gopoúva; Itapegica; Jardins Paraventi, Tranquilidade, Bela Vista, Santa Cecília e São Paulo; Macedo; Parques Continental I, II, III, IV e V e Renato Maia; Picanço; Ponte Grande; Santa Mena; Taboão; Torres Tibagy; e Vilas Augusta, Barros, Fátima, Flórida, Galvão, Moreira e Rio.

Atualmente, 10 obras estão em andamento. A Sabesp investe esforços na implantação da adutora de Ermelino Matarazzo e da Cecap/Lavras, além da construção da elevatória do Parque das Nações, a implantação de uma rede adutora, a Cecap/Lavras, que levará água do Reservatório Gopoúva para o Reservatório São João/Lavras. E já foi licitada a obra para a implantação do reservatório de Bonsucesso. Outras cinco obras, de menor porte, executadas no sistema de distribuição da cidade completam a lista. A conclusão dessas obras deve beneficiar mais de 300 mil pessoas.

Outras diversas ações pontuais nos bairros também melhoraram a vida da população. São 14 mil serviços executados, como consertos de vazamentos, reparo de valas e manutenções nos sistemas de água, que reduziram perdas, aumentaram a eficiência e contribuem para a diminuição da duração do rodízio.

Imagem: Divulgação/Facebook