Academia Guarulhense de Letras completa 40 anos no final de 2018

Mayara Nascimento

Fundada em 08 de dezembro de 1978 pelo advogado Gasparino José Romão, a Academia Guarulhense de Letras completa 40 anos de atividades. Dezenas de escritores e voluntários foram fundamentais na edificação dessa história.

Como parte das comemorações, em dezembro será publicada a revista anual em edição especial que contará a trajetória da Academia desde sua fundação e terá textos colaborativos dos membros. Serão produzidos 500 exemplares que serão distribuídos na solenidade de lançamento, nas escolas e bibliotecas municipais.

Nos últimos dois anos, a Academia desenvolveu diversos projetos. Em 2017 foi lançado o hino e a bandeira, e recentemente a UBS Cummins ganhou um espaço de leitura em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

O conselho possui um total de 40 cadeiras, mas nem todas são ocupadas. Em junho, três novos membros entraram para a Academia. O delegado de polícia Alexandre Gargano Cavalheiro, ocupa a cadeira 20, cujo patrono é Menotti Del Picchia; o educador Fábio Cardoso dos Santos, assumiu a cadeira 28, que tem Onofre Leite como protetor; e advogado João Carlos Biagini, titular da cadeira 24, que tem José Manuel Mateos Martinez como tutor.

José Augusto Pinheiro, atual presidente e colaborador da Academia há 15 anos, está em seus últimos meses de mandato. “Nesses dois anos tivemos uma ampliação do sarau, muitas palestras, parcerias com escolas e empresas, levando a importância da leitura e da oratória. Isso foi possível fazer visto que os recursos são poucos. Não temos contribuição do poder público e não temos patrocinadores”, afirma.

Imagem: Divulgação