A onda do churrasco defumado

- PUBLICIDADE -
Corrida Folha Metropolitana

Serginho Freitas

Certeza absoluta que você já viu nas redes sociais alguma foto de churrasco onde a carne está preta, parecendo queimada. Mas não!!! Este tipo de churrasco é chamado de churrasco defumado.

A origem deste processo vem da pré-história, onde a técnica era utilizada com o objetivo final de preservar por mais tempo a carne.

Culturas indígenas também utilizaram técnica da defumação para peixes e outros animais.

Recentemente, os defumados “aterrissaram” em Guarulhos e estão cada vez mais presentes em eventos gastronômicos e restaurantes.

Casas como o The Fire Steakhouse, (rua Tapajós, 56 – Centro) já utilizam a técnica diariamente em seus pratos de carnes bovinas, suínas e peixes. “Sentimos a necessidade de trabalhar este tipo de técnica em nossa casa pois o guarulhense está antenado com tudo que rola. Nossos assadores sempre estão se especializando para produzir os melhores grelhados e defumados. E em breve teremos algumas novidades com lenhas frutíferas vindas especialmente do campo sem nenhum tipo de tratamento. Mais pura impossível”, contou Junior Maciel para este colunista.

Já no Clube da Carne Steakhouse (avenida Doutor Renato de Andrade Maia, 564 – Maia), o comércio de “lascas” de lenhas e equipamentos para defumação estão entre os mais vendidos. “A defumação e o churrasco profissional chegaram para ficar em nossa cidade. Organizamos um curso com o assador Netão do Bom Beef, que vai rolar no próximo mês, e as inscrições se esgotaram em horas”, contou Bruna Vanucci, sócia-proprietária do local.

Nas redes sociais, assadores como Cadu Galluccio (www.instagram.com/cadugallucci/) postam diariamente fotos e textos sobre o assunto e seus cursos costumam lotar. Por sinal, eu mesmo participei do último que rolou na cidade de Piracicaba. Aprendi a fazer até carne de jacaré. Uma delícia por sinal.

Temperos

Outra parte legal deste tipo de técnica são os chamados “DryRub”. Diversos temperos em pó, como sal, pimenta, alho em pó, páprica, cominho, cebola em pó, açúcar mascavo, misturados e esfregados a diretamente na peça. Normalmente estes temperos fazem com que a carne escureça após a defumação e, por este motivo, elas ficam a p a r e n t e m e n t e queimadas. Mas eles não queimam a carne e fazem com que ela fique um verdadeiro espetáculo. Vai na minha que você passa de ano!!

E se você estiver afim de experimentar no churrasco de domingo esta técnica, aqui em Guarulhos eu sempre compro temperos no Grãos & Cia Express (rua Claudino Barbosa, 941 – Macedo). Costumo pedir eles separados e preparo, de acordo com o tipo de carne, o meu próprio “Dry Rub”. Borá churrasquear galera!!!

Imagem: Denis Souza

- PUBLICIDADE -