A advocacia resiste, luta e acredita!

A advocacia resiste. E luta. Em tempos tão difíceis, os advogados e advogadas enfrentam dificuldades que não se tem notícia na história da profissão, agravada pela pandemia do COVID-19. Mas, mesmo assim, hoje é dia de comemorar. Temos de comemorar pela existência da profissão de advogado, que é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.

E quem diz isso? Não sou eu ou qualquer outro colega. É a carta magna. Ou seja, este direito está assegurado expressamente no artigo 133 da Constituição Federal. Maltratado por muitos e até esquecido por outros, este dispositivo constitucional assegura direitos não só aos profissionais advogados ou advogadas, como muitos podem pensar. Mas, este é um artigo que garante – acima de tudo – o direito de defesa aos cidadãos. Isto significa que sem advogado não se faz justiça!

Nos últimos tempos, temos vivido situações vexatórias e de desrespeito às prerrogativas dos advogados e advogadas. Recentes episódios de agressão, de prisões arbitrárias e até tentativas de calar a advocacia mostram o quanto alguns valores estão invertidos e até esquecidos.

Mas, a advocacia resiste. E luta.

Resiste a todo tipo de arbitrariedade e de desrespeito. Luta por honorários dignos e melhores condições de trabalho no ambiente físico e, agora mais do que nunca, no virtual.

Resiste à tentativa de desqualificação dos advogados. Luta por melhores condições de qualificação profissional e educacional. 

Não vamos deixar que uma parcela da sociedade cale a classe advocatícia. Sim, porque é apenas uma parcela.

Mais do que falar, é preciso resistir e lutar. Saber ouvir, dialogar, encontrar novos caminhos e soluções para ter uma OAB cada vez mais perto do advogado e da advogada.

Em Guarulhos, somos a maior subseção da Grande São Paulo. Não podemos deixar de ressaltar a importância e a força dos 6.500 advogados e advogados guarulhenses no cenário jurídico estadual e nacional.

A todos os colegas, parabéns por mais este 11 de agosto. Mas, principalmente, parabéns por resistir e lutar. E o que é melhor: parabéns por acreditar e não desistir. 

Não ao retrocesso e vamos em frente.

Abner Vidal é advogado.