Coluna – Hermano Henning

Coluna – Hermano Henning

Guto Tavares é jornalista e suplente de vereador em Guarulhos. Quarto suplente. Teve mil e duzentos votos na primeira eleição que participou pelo PRTB, o partido do Levy Fidelix, o homem do aerotrem. E do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.

De origem humilde, morador do bairro do Taboão, Tavares se formou na base da bolsa de estudo fornecida pela faculdade. Militou pelo PCdoB, levado pelo deputado Orlando Silva e foi assessor da combativa vereadora Luiza Cordeiro, também do PCdoB aqui em Guarulhos.

Já com dois mandatos, Luiza resolveu não se candidatar no último pleito deixando espaço para o garoto do Taboão, ex-repórter do Diário de Guarulhos e desta Folha Metropolitana.

Guto Tavares teve a chance de assumir na Câmara por 15 dias, prazo que terminou na quinta-feira passada. Ficou feliz com a chance de, pela primeira vez, ocupar a tribuna e mostrar suas qualidades de orador e, mais do que isso, apresentar seis projetos de lei.

Um deles, propondo a exigência de se manter um funcionário treinado em primeiros socorros nas equipes que trabalham nos restaurantes populares mantidos pela Prefeitura.

Essa iniciativa surgiu de uma situação real vivida por um membro da família ao sofrer um ataque cardíaco na dependência de um deles. A vítima ficou quatro horas esperando para ser transportada por uma ambulância do SUS ao hospital.

O paciente não resistiu e a história poderia ter tido um final diferente se houvesse alguém ali preparado para prestar atendimento de emergência.

Guto acha que seu projeto será aprovado, embora ele próprio acredite que não terá chance de pessoalmente votar por ele. Outra oportunidade de assumir pode demorar e, “talvez não aconteça nesta legislatura”.

É quase certo que não.

Num dos quinze dias que orgulhosamente exerceu o mandato de vereador, o colega jornalista aproveitou para uma viagem a Brasília. Foi um bate e volta, com as despesas pagas pelo próprio bolso, incluindo o preço da passagem.

Na capital federal andou pelos corredores do Congresso sendo recebido por quatro deputados, dois deles de Guarulhos, Eli Corrêa Filho, do DEM e Alencar Santana, do PT.

“Foi uma experiência e tanto”, disse Guto num encontro que tivemos no programa Espalha Fatos, ontem na TV Guarulhos. “Os vereadores nossos deveriam fazer o mesmo, o contato com deputados é importante”, acrescenta.

Não boto muita fé, mas gostei de ouvir as ideias e sentir o entusiasmo de nosso suplente de vereador. Acho que é de gente assim que nossa política precisa.

Deixe seu Comentário