Ouvidoria da GCM se instala na antiga base comunitária no Bom Clima

Ouvidoria da GCM se instala na antiga base comunitária no Bom Clima

Lucy Tamborino

A ouvidoria da Guarda Civil Municipal (GCM) agora está alocada no prédio da antiga base comunitária do Bom Clima, inaugurada há 20 anos e construída com investimento de R$ 20 mil pagos pelos moradores da região. A medida foi confirmada pelo ouvidor-adjunto da GCM, Sergio Galvão, e tem trazido preocupação para os moradores da região.

“É incoerente dissolver um time que esteja ganhando dessa maneira, para colocar os policiais na rua”, criticou Alberto Valladares, presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Bom Clima.

Para Valladares, a base tem caráter de policiamento preventivo, além de gerar uma aproximação da população com a Polícia Militar, o que, de acordo com ele, contribui para redução de índices de criminalidade e sensação de segurança dos moradores locais. “A população já conhecia os policiais militares da base. É uma perda para nossa região”, criticou um comerciante que preferiu não se identificar.

De acordo com Galvão, a sensação de segurança deve ser ainda maior. “Além da Polícia Militar, terá também a Guarda Civil Municipal na região”, destacou afirmando que a ouvidoria funciona 24h atualmente.

Já o secretário-adjunto da Secretaria para Assuntos de Segurança Pública de Guarulhos, Joel Bonfim, informou que apesar da saída da base do local, uma viatura da PM continuará estacionada dia e noite no prédio. Ele ainda destacou que o policiamento na região não sofrerá redução, uma vez que as viaturas continuarão circulando no bairro.

Já a Polícia Militar explicou que a desativação faz parte da estratégia de tornar o policiamento mais dinâmico, através de uma análise do perfil atual da criminalidade, sendo o efetivo da base capaz de empregar duas radiopatrulhas, atendendo a um número muito maior de pessoas. Ainda de acordo com a corporação, todas as ações de patrulhamento pelo 15º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana, responsável pela área, estão mantidas e foram intensificadas com o deslocamento dos policiais, incluindo o uso de veículos motorizados, pontos de bloqueio e o posicionamento de efetivo em locais estratégicos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, em fevereiro as ações integradas entre as polícias resultaram na queda de 18,4% nos índices de roubos. Sendo presas ou apreendidas 668 pessoas, além de 302 veículos recuperados no município.

Imagem: Lucy Tamborino

Deixe seu Comentário