Inadimplência atinge mais de 30% dos imóveis financiados pela CDHU em Guarulhos

Inadimplência atinge mais de 30% dos imóveis financiados pela CDHU em Guarulhos

Lucy Tamborino

Um total de 33% dos imóveis financiados em Guarulhos pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) está com parcela em atraso. A cidade possui 4.547 mil contratos financiados atualmente por meio da companhia, desses 1.525 estão com parcelas atrasadas.

Dependendo de cada situação e tipo de contrato, pode ser movida ação por inadimplência financeira ou rescisão contratual, o imóvel pode ir a leilão público ou ainda pode haver a execução de acordo judicial. Em todas as situações, a não regularização pode resultar na rescisão contratual e reintegração de posse do imóvel. Essa, porém, é a última opção, de acordo com a CDHU.

Mesmo assim, a partir de quatro prestações em atraso, os responsáveis pelos contratos são notificados a regularizar a situação, à vista ou de forma parcelada. Se isso não acorrer, o contrato pode ser rescindido e o imóvel levado a leilão público ou ter reintegração de posse.

De acordo com companhia, atualmente há condições diferenciadas para os cidadãos regularizarem os débitos. Os interessados em regularizar a situação podem acessar o site da CDHU, ligar para o Alô CDHU (0800-000-2348) ou então comparecer no posto de atendimento no Poupatempo Guarulhos.

Imagem: Lucy Tamborino

Deixe seu Comentário