Vereadores rejeitam redução em números de assessores

Vereadores rejeitam redução em números de assessores

Lucy Tamborino

Os vereadores rejeitaram ontem o projeto de resolução, de autoria da Mesa da Câmara, que dispõe, dentre outros, sobre a redução no número de assessores dos vereadores. A proposta constava na pauta do Grande Expediente e previa diminuição dos atuais 15 assessores para oito.

“Infelizmente o projeto foi rejeitado, eu vou ter uma reunião agora com os vereadores para saber o que está acontecendo e entender a opinião deles. Fui pego de supetão, levei uma pancada no fígado e estou sem reação ainda”, lamentou o presidente da Casa de Leis, Eduardo Soltur (PSB).

Já Edmilson Souza (PT), líder da oposição na Câmara, atribuiu à recusa a falta de tempo hábil para análise. “É um projeto que mexe com a estrutura da Casa e como ele foi protocolado ontem e já entrou na pauta hoje nós não tivemos tempo de analisar. Acredito que precisamos de um tempo maior para analisar as mudanças propostas”, pontuou.

Para o líder do governo Eduardo Carneiro (PSB) a prioridade de cortes de gastos deve ser outra. “A cidade cresce e diminuir número de assessores não é uma medida de eficiência na Casa, acredito que temos que ver outras coisas. É inadmissível gastarmos toneladas de papel e não termos uma Câmara totalmente informatizada. Também não é razoável que a gente pague o aluguel que se paga hoje, temos outras coisas para se avaliar”, explicou o parlamentar.

 

Câmara aprova projeto com mudanças nos serviços de táxi da cidade 

A Câmara Municipal de Guarulhos aprovou em segunda discussão o PL 3350/2018, da Prefeitura, alterando a Lei nº 2433/1980, que estabelece normas para a execução dos serviços de táxi na cidade. A proposta, votada durante duas Sessões Extraordinárias ontem, muda alguns prazos que atingirão os taxistas, como a redução do tempo de carências para permuta de ponto e a alteração do prazo de trocas dos veículos de sete para dez anos, por exemplo.

“O Governo achou pertinente fazer essa reavaliação visto que, em breve, nós teremos a regulamentação do Uber na cidade”, explicou o líder da base, vereador Eduardo Carneiro (PSB). De acordo com o parlamentar, “as alterações realizadas são pedidos dos próprios taxistas, visto que eles acharam que poderiam ser prejudicados com o advindo do Uber e aplicativos de uma forma geral”. A proposta segue agora para a sanção do prefeito Guti.

Imagem: Lucy Tamborino

Deixe seu Comentário