Nome do ministro da Educação pode sair hoje, indica Bolsonaro

Nome do ministro da Educação pode sair hoje, indica Bolsonaro

Da Redação

Ao chegar hoje no Comando da Marinha em Brasília, o presidente eleito Jair Bolsonaro indicou que pode confirmar nesta quinta-feira (22) o nome do novo ministro da Educação. Segundo ele, é um “ministério importantíssimo” e é “ali que está o futuro do Brasil”.

“Temos de ter um bom nome técnico para que, no final da linha, a garotada tenha uma profissão”, afirmou o presidente eleito. “Nos últimos 10 a 15 anos dobrou o gasto com educação e a qualidade diminuiu. O Brasil não pode ir para frente com a educação desta maneira.”

Bolsonaro conversa hoje com o educador Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna, e o procurador regional da República no Distrito Federal, Guilherme Shelb, conhecido pela defesa da família e da infância.

O presidente eleito afirmou ainda que tem conversado com várias pessoas, inclusive Vivianne Senna, para buscar uma definição para a educação. “A gente conversa para tomar uma decisão lá na frente.”

Militares

Logo cedo, Bolsonaro tomou café no Comando da Marinha. A expectativa é que estejam presentes os atuais comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. O encontro ocorre um dia depois da escolha dos novos comandos das três Forças Armadas.

Ontem foram anunciados os nomes do almirante-de-esquadra Ilques Barbosa Júnior, para a Marinha, do general Edson Leal Pujol, para o Exército, e do tenente- brigadeiro-do-ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, para a Aeronáutica.

Granja do Torto

Bolsonaro confirmou que dormiu, pela primeira vez, na Granja do Torto, acompanhado pela mulher Michelle. O local é uma das residências oficiais da Presidência da República e fica afastado do centro de Brasília.

Ontem, Michelle visitou a Granja do Torto e o Palácio da Alvorada para conhecer as dependências e definir onde a família ficará até a posse em 1º de janeiro de 2019. Segundo ela, a escolha seria pelo menor lugar.

Agenda

Bolsonaro deverá participar de reuniões no gabinete de transição, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

À noite, ele e a mulher Michelle Bolsonaro são convidados para o casamento do ministro extraordinário da Transição, Onyx Lorenzoni. O ministro se casa com a noiva Denise, em uma cerimônia restrita a amigos e famíliares em um clube de Brasília.

Imagem: Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

Deixe seu Comentário