Pedestres são maioria das vítimas de acidentes de trânsito na cidade

Pedestres são maioria das vítimas de acidentes de trânsito na cidade

Lucy Tamborino

O número de pedestres mortos é a maior parte dos óbitos que acontecem no trânsito em Guarulhos. No acumulado deste ano, foram 42 mortes de pedestres, cerca de 35% dos 121 registros na cidade. Os dados são de janeiro a setembro do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP).  Os números referentes a outubro devem ser divulgados hoje.

Na cidade, o segundo maior número de vítimas mortas em acidentes de trânsito foram pessoas que usavam motocicletas contabilizando 35 óbitos, aproximadamente 29%. Logo atrás as pessoas que utilizavam veículos, com 32 vítimas fatais, representando cerca de 26%.

No total, pedestres, pessoas que utilizavam motocicletas e veículos somaram 109 mortes, representando mais de 90% dos óbitos por acidente de trânsito na cidade. Os outros 10% são de pessoas que utilizavam bicicletas, ônibus e registros não disponíveis.

No estado de São Paulo inteiro os motociclistas lideram o número de óbitos com mais de 1.000 óbitos, representando cerca de 35% das mortes no trânsito.  Em sequência, ficaram indivíduos que utilizavam automóveis e pedestres, com 956 e 1.125 óbitos respectivamente. Acidentes envolvendo bicicletas, caminhões e ônibus, somaram 457 mortes, sendo os ciclistas os mais afetados com 305 óbitos.

Além das informações sobre o número de óbitos em decorrência de acidente de trânsito, o Infosiga faz relatórios mensais que abrangem dados mais complexos como, a faixa etária das vítimas, dias e horários em que os acidentes ocorreram, a triagem é feita através de boletins de ocorrência da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Imagem: Mayara Nascimento

Deixe seu Comentário