Escolas da rede pública de ensino recebem mais de 1.000 alunos estrangeiros

Escolas da rede pública de ensino recebem mais de 1.000 alunos estrangeiros

Lucy Tamborino

Imigrantes têm buscado no Brasil melhores condições de vida. A maioria vem para o país em busca de empregos, contudo outro objetivo tem se destacado: uma boa escola para os filhos. Nas escolas de Guarulhos mais de 1.000 alunos de outras nacionalidades estão matriculados na da rede pública de ensino.  Só nas escolas estaduais foram 624 alunos e nas municipais 480 estudantes.

Disparadamente o número de alunos bolivianos é o que mais aparece na lista, com 865 educandos nascidos na Bolívia, representando mais de 75% do total de alunos vindos de fora do Brasil para estudar no município. Além deles, as escolas possuem outras nacionalidades de alunos como japoneses, espanhóis, venezuelanos, peruanos, italianos, angolanos, entre outros.

Na rede estadual os alunos contam ao longo de todo o período letivo de apoio pedagógico de professores e diretores. A secretaria também mantém um Núcleo de Inclusão Educacional (NINC), criado para definir diretrizes de recepção e adaptação destes alunos. Além disso, algumas escolas já realizaram atividades para acolhimento, como feira das nações. Por meio delas os estudantes podem entrar em contato com diferentes tipos de culturas, inclusive a cultura do novo aluno que é estrangeiro, informou a pasta.

Além disso, nas escolas do município a Proposta Curricular “Quadro de Saberes Necessários” orienta os professores da rede municipal quanto à valorização da diversidade cultural. As Diretorias Regionais de Ensino também ofertam suporte técnico e pedagógico às unidades escolares, cursos, seminários, palestras, entre outras modalidades de formação continuada, por meio de seus Núcleos Pedagógicos. As atividades são voltadas à formação dos coordenadores e professores.

Deixe seu Comentário