CPTM realiza pesquisa para identificar as demandas do público feminino

CPTM realiza pesquisa para identificar as demandas do público feminino

Da Redação

Com o objetivo de atender aos anseios do público feminino, que representa mais de 50% do total de usuários, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) realizou a primeira pesquisa exclusiva do setor de transporte com as mulheres. A empresa contratada ouviu 1897 usuárias frequentes das linhas da CPTM, em estações de grande movimento, durante duas semanas no mês de março, sete horas por dia.

O perfil traçado aponta que 65% das usuárias têm entre 18 e 34 anos, 70% trabalha com carteira assinada e 58% é a responsável financeira pela casa. Também 65% são solteiras e 55% não têm filhos. De acordo com outra pesquisa realizada na mesma época, selecionado apenas o público feminino, pode-se inferir que a renda média mensal pessoal de 41,7% está entre 1 a 2 salários mínimos e de 15,7% de 2 a 3 salários mínimos.

Sobre suas necessidades no trajeto diário, elas pediram por serviços que otimizem o seu dia a dia, como mais casas lotéricas, supermercados/feiras, perfumarias, drogarias e comércio para alimentação.

Em relação aos serviços prestados pela Companhia, as mulheres disseram que gostariam de viagens mais rápidas, apontadas por meio das respostas “mais trens”, e mais segurança, item que incluiu também uma pergunta sobre a campanha de combate ao abuso sexual nos transportes. Sobre o assunto, 83% das mulheres afirmaram conhecer a campanha e 80% sabem denunciar o abuso sexual. No final da entrevista, as usuárias receberam folhetos informando sobre os procedimentos para denunciar o assédio sexual.

Perguntadas sobre o que é preciso melhorar dentro dos trens, 37,7% responderam “respeito entre os passageiros” e 32,2% novamente remeteu ao tema “Segurança”, seguido de “retirada dos ambulantes”.

 

Ações em andamento

Em resposta à demanda sobre mais respeito entre os usuários, a CPTM lançou nova campanha de conscientização sobre cidadania. Estão sendo emitidas mensagens pelo sistema de som dos trens e estações. Peças da campanha incentivando os bons modos e respeito ao próximo foram divulgadas pelas redes sociais, site e outros canais da empresa.

Outra campanha que está em andamento é a de combate ao comércio irregular nos trens e estações. Iniciada pela Linha 8-Diamante (Júlio Prestes-Itapevi), a ação conta com faixas instaladas com mensagens aos usuários para que não fomentem o comércio praticado por vendedores ambulantes.

A Companhia também abriu licitação para as áreas comerciais disponíveis em algumas estações. Na Linha 12-Safira, junto à estação São Miguel Paulista, uma área de 21 mil m² está disponível para empreendimento comercial.

Para lanches rápidos e compras de bens de consumo não durável, a CPTM já conta com 53 pontos comerciais instalados em diversas estações.

Quanto aos itens relacionados ao conforto, como disponibilidade de escadas rolantes e elevadores, a CPTM adotou novas medidas para melhorar a manutenção e evitar atos de vandalismo, uma das principais causas dos dispositivos ficarem fora de operação por longos períodos. Estão sendo instaladas câmeras de vigilância próximo aos equipamentos e grades de proteção nos elevadores externos. Os novos contratos de manutenção têm garantia de reposição de itens vandalizados e, paralelamente a essas ações, a empresa reforçou a campanha contra o vandalismo por meio das redes sociais e do sistema de som dos trens e estações.

A CPTM também está realizando projeto piloto para implantação de wifi nas estações de integração. Já estão em funcionamento nas estações Palmeiras-Barra Funda, Tamanduateí, Pinheiros, Tatuapé e Brás. Futuramente, o serviço será testado também nas estações da Luz, Corinthians-Itaquera e todas as estações da Linha 9-Esmeralda.

Para melhorar a acessibilidade nas estações, a empresa realiza obras de adequação. Atualmente, mais três estações passam por reformas: Mogi das Cruzes, na Linha 11-Coral, e Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, na Linha 10-Turquesa. Nas estações da Luz e Brás, foram implantados borrachões no piso da plataforma, para diminuir o vão entre o trem e a plataforma aumentando a segurança durante o embarque e desembarque. A CPTM está contratando a instalação em mais seis estações.

Quanto ao maior número de trens, a Companhia está renovando a frota, o que tem resultado em viagens mais rápidas e mais confiáveis. Mensalmente, a empresa tem entregue composições novas do lote de 65 adquiridas.

 

Planejamento

A CPTM utilizará todos os dados obtidos com a pesquisa para o planejamento de ações futuras, para atender principalmente aos anseios do público feminino, que representa o maior número dos usuários. A Companhia estuda como atender, futuramente, às demandas específicas por lotéricas e supermercados.

 

Pesquisa

Pesquisa realizada pela empresa NC Pinheiro, em março/2018, com 1.897 entrevistadas nas estações: Palmeiras-Barra Funda (Linhas 7 e 8), Vila Olímpia (Linha 9), Pref. Celso Daniel-Santo André (Linha 10) e Brás (Linhas 11 e 12), no horário entre 14h e 23h, em dias úteis. A margem de erro é de 4% nas estações e de 2,3% para toda a rede.

 

Gráfico de idade das usuárias

Gráfico de frequência de usuárias por carteira assinada

 

Gráfico de responsável financeira pela casa:

 

Respeito entre passageiros e segurança são os principais itens de melhorias dentro dos trens, seguido por retirada dos ambulantes.

Imagem: Nícollas Ornelas

Deixe seu Comentário