Furto de cabo deixou 11 mil guarulhenses sem água neste ano

Furto de cabo deixou 11 mil guarulhenses sem água neste ano

Lucy Tamborino

O constante furto de cabos nas redes do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos já foi responsável por prejudicar, neste ano, a distribuição de 13 milhões de litros – que poderiam ser usados pela população caso o furto não tivesse acontecido. Ao todo 11 mil moradores foram prejudicados com essa ação.

O levantamento faz parte de dados fornecidos pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que começou a administrar o serviço este ano. Ainda de acordo com a companhia, os bairros mais afetados, devido a este tipo de crime, foram Cidade Martins, Pimentas e Bananal.

O número ainda aponta uma alta, já que no mesmo período do ano passado, 10 mil pessoas foram prejudicadas – mil a mais que este ano. Entre os bairros que sofreram com o problema no primeiro semestre do ano passado estão o Jardim Jacy. A região ainda, já havia registrado, sozinha, quatro ocorrências do tipo. Algumas haviam ocorrido em um intervalo de menos de uma semana.

O valor total empenhado para reparar a rede este ano não foi informado pela Sabesp, porém, no ano passado, somente uma ocorrência gerou prejuízo de R$ 4,5 mil. O valor foi estimado por uma equipe técnica levando em consideração custos entre o período das 8h às 14h, entre materiais, equipe de manutenção elétrica, soldagem e serralheria.

Imagem: Lucy Tamborino

Deixe seu Comentário