Coluna Livre com Hermano Henning

Coluna Livre com Hermano Henning

Li ontem na coluna do companheiro Sergio Lessa que o jornal Metrô News deixou de circular. Uma notícia que deixa todos nós, contemporâneos da fundação do tabloide que nasceu para ser distribuído nas estações e trens do metrô, de luto. Embora não tenhamos metrô até hoje, o jornalzinho que começou a circular uma vez por semana e logo se transformou em diário, nasceu aqui em Guarulhos. Aliás, o Metrô News nasceu antes mesmo do metrô de São Paulo começar a circular.

Eu conheço a história.

Quem teve a ideia foi Silvio Pinheiro, o primeiro dono desta Folha Metropolitana que nasceu com o nome de Guaru-News. O Metrô News era um braço desta folha, feito pela mesma equipe, impresso nas mesmas rotativas. A princípio, nas oficinas da Folha de São Paulo, na alameda Barão de Limeira, no bairro do Bom Retiro. Veio depois para Guarulhos com a inauguração da Gráfica de Bom Sucesso, localizada nas margens da Via Dutra e construída pelo industrial que virou político, Paschoal Thomeu.

Thomeu, que se elegeu prefeito um bom tempo depois, ainda não era o dono do jornal. Ele mantinha uma parceria com Silvio e seu irmão, Armando Pinheiro, que virou deputado. Mas era quem tinha o capital.

Participei da fundação do Metrô News. Inicialmente escrevendo sobre futebol e depois uma coluna diária sobre política com o mesmo título da publicada na Folha Metropolitana: “Vendo e Ouvindo”.

Deixei Guarulhos ainda nos anos setenta e não acompanhei a passagem da Folha para o então império econômico de Thomeu, dono da empresa de ônibus Guarulhos e outras bem-sucedidas empresas.

A compra do jornal

Consta que os repórteres e redatores não davam sossego com suas críticas ao serviço prestado pela então única empresa de ônibus do Município. Os mais antigos se lembram dos ônibus verdes que ligavam Guarulhos à Praça Clovis, em São Paulo, via Penha.

Não podendo opinar no conteúdo dos jornais, seu Paschoal decidiu comprar os dois. A partir daí, eram só elogios.

A história seguiu seu rumo.

A entrada na política, a eleição para prefeito, acabou trazendo dissabores para Paschoal Thomeu. Ele gastou muito dinheiro e o império se desmanchou. Mas o Metrô News resistiu, assim como esta Folha. A Folha Metropolitana mudou de dono, está aqui, e vai muito bem, obrigado.

Mas, assim como quem não quer nada, na semana passada, o tabloide, silenciosamente, circulou pela última vez. O Metrô News era um jornal concebido e feito em Guarulhos que circulava em São Paulo.

Morreu.

Deixe seu Comentário