Após retirada de moradores, espaço da Comunidade Fiat é usado para descarte de terra e restos de obras

Após retirada de moradores, espaço da Comunidade Fiat é usado para descarte de terra e restos de obras

Mayara Nascimento

Em junho de 2018 começou a desapropriação das moradias irregulares da comunidade Fiat, na avenida Guarulhos, Ponte Grande. A Secretaria de Habitação, informou à época que o local serviria para equipamentos educacionais, porém o terreno hoje acumula entulhos, terra, resto de construções e se tornou um ponto de descarte irregular de lixo.

A prefeitura transferiu cerca de 700 pessoas que viviam irregularmente na comunidade para unidades do Conjunto Habitacional Vila Pimentas II, no Pimentas. A demolição foi feita em parceria entre a Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A (Proguaru) e a prefeitura.

Após a desapropriação, a área ficou sob a responsabilidade da Proguaru que a utilizaria como apoio às equipes operações. O local foi murado e teve a instalação de um portão para evitar novas invasões.

No entanto, pouco tempo depois, os muros já estão pichados e a entrada tem virado ponto viciado de descarte irregular de lixo. É possível ver, inclusive, um colchão que foi deixado há semanas. Na parte de dentro é possível ver muita terra, tijolos, caixa d’água quebrada e entulhos em geral. “Diziam que seria utilizado apenas para guardar os caminhões da Proguaru, no entanto isso aqui virou um lixão a céu aberto. Tem de tudo e agora nós moradores que convivemos com esse absurdo”, afirmou um morador que preferiu não ser identificado.

“A Ponte Grande está esquecida. Além dessa situação desse terreno tomado por lixo, uma obra de um supermercado aqui próximo também infestou nossas casas de ratos, baratas e outras pragas”, desabafou outra moradora que também pediu anonimato.

Em nota, a Proguaru informou que a desocupação da área, que pertence a Secretaria Educação, se deu por determinação judicial. A empresa tem utilizado o local como área de apoio às equipes que atuam na região central. A utilização do espaço se dá também para evitar novas invasões.

Imagem: Divulgação

Deixe seu Comentário