Acúmulo de lixo e entulho interditam viela no bairro Cidade Satélite

Acúmulo de lixo e entulho interditam viela no bairro Cidade Satélite

Mayara Nascimento

Em outubro de 2018 a Folha Metropolitana denunciou o caso de uma moradora que acumula entulhos em sua casa há sete anos. Por não ter mais espaço em seu quintal, a viela em que mora começou a ser preenchida também. A rua Munhoz está parcialmente interditada do número 194 ao 200, no bairro Cidade Industrial Satélite. Desde a publicação da matéria a situação no local piorou.

A Secretaria de Saúde informou à época que a paciente recebia acompanhamento mensal desde 2015 das equipes da Unidade Básica de Saúde (UBS) Nova Cumbica, do Centro de Controle de Zoonoses e pelo Centro de Atenção Psicossocial Alvorecer.

No começo do mês a EDP foi até o local para a retirada de um poste que corre risco de cair, mas não conseguiu passar devido a tanto lixo obstruindo a passagem.

“O portão e o quintal dela estão cheios, então ela coloca do lado de fora na viela, atrapalhando a passagem. A viela está cada dia pior, mais lotada e ninguém consegue passar”, contou Dalvani Ferreira da Silva, 54 anos, moradora da casa ao lado.

Os moradores da rua já fizeram diversas reclamações na prefeitura e na Progresso e Desenvolvimento Guarulhos S/A (Proguaru), mas nada foi feito. Entre os materiais que estão na calçada há colchão, baldes, cobertores, caixas de eletrodomésticos, cadeiras e diversas sacolas e sacos pretos, que não se sabe o conteúdo.

O resultado de tudo isso, segundo Dalvani, é o aparecimento de ratos e escorpiões devido aos entulhos e ao calor excessivo deste verão. “A vizinha da residência do fundo falou que limpa a casa, mas sempre fica um cheiro ruim por causa do lixo”, explicou com medo dos perigos e dos danos que este acúmulo pode causar.

As conversas com a dona da casa resultaram em ameaças até mesmo para os últimos agentes da prefeitura que tentaram intervir no ano passado.

A prefeitura informou que a paciente é acompanhada pelo Centro de Atenção Psicossocial Alvorecer. Já a Secretaria de Saúde afirmou que a equipe de saúde realizou uma visita no final do ano passado e uma outra intervenção já está programada para os próximos dias.

Imagem: Divulgação

Deixe seu Comentário