Realizar ‘pancadões’ em Guarulhos pode gerar multa de mais de R$ 3,3 mil

Realizar ‘pancadões’ em Guarulhos pode gerar multa de mais de R$ 3,3 mil

Lucy Tamborino

Quem for autuado por realizar ‘pancadões’, pode receber uma multa de 1.000 Unidades Fiscais de Guarulhos (UFG), se aplicada hoje o valor seria mais de R$ 3,3 mil. A lei que determina a proibição e fixa os valores foi sancionada pelo prefeito Guti na última sexta-feira (25). O projeto de lei é de autoria do vereador Eduardo Barreiro (PCdoB).

O valor pode ainda ter agravantes: na primeira reincidência deverá ser pago em dobro e quadruplicado a partir da segunda. Ainda, em caso de recusa do atendimento da ordem de abaixar o som, adequando-o aos padrões estabelecidos pela legislação vigente, a autoridade responsável pela fiscalização poderá apreender o aparelho de som ou o veículo no qual ele estiver instalado. A Guarda Civil Municipal e agentes de trânsito, além da Polícia do Estado de São Paulo, podem autuar quem realizar esse tipo de evento.

Só no final do ano passado três pessoas morreram pisoteadas durante o chamado “Baile do Vermelhão”, no bairro dos Pimentas. Imagens gravadas por celulares, que circulam em redes sociais, mostram várias pessoas correndo em uma rua para fugir da polícia. O evento era realizado sem autorização da prefeitura.

Imagem: Nico Rodrigues

11 Comentários neste post

  1. perfeito, porém na prática pode ser um pouco difícil, já que muitos pancadoes são na rua e as pessoas se reunem “espontaneamente”. Mas vá lá, eu aplaudo a iniciativa. Os moradores proximos a esse tipo de “evento” não tem paz, os proprietários tem seus imóveis depreciados, dificultando inclusive a locação, fora a falta de segurança.

    Responder
  2. Essas vagabundagem acabaram com o som automotivo que sempre foi um hobby , mais hj e visto como crime. Esses tal de pancadão com uso de drogas menores ingerindo bebidas alcoólicas isso e crime .

    Responder
  3. Aparecida maria nascimento

    Ninguem merece este tipo de evento pura baixaria ninguem respeita os moradores ,a vida vira um inferno as autoridades precisam realmente tomar uma atitude e defender os cidadaos de bem.

    Responder
  4. Izildinha loureiro

    Nada adianta ter lei se a policia não vem quando reclamamos.

    Responder
  5. tomara q de certo essa lei q ñ fique so no papel porque esta um absurdo esses pancadoes os moradores ñ tem paz é um inferno ,mas ñ adianta existir essa lei e as autoridades ñ vem quando o morador chama pra acabar com a bagunça ai fica dificil né .

    Responder
  6. Valdirene

    A lei existe , então tem que ser aplicada, e com rigidez, estamos perdendo nossos filhos, “jovens”para esses pancadões e junto com isso vem as bebidas, drogas e sexo… sei que educação vem casa , mas a segurança é obrigação do orgão público..

    Responder
  7. Estrada david Corrêa toda sexta sábado e domingo ate 3 da manhã policia não vem gcm também altura numero 700 não aguento mais o que fazer e um bar…

    Responder
  8. Cicero Pereira Silva

    O pior eo tal de bambuzal no Piratininga a droga rola solta bebidas e menores e sexo

    Responder
  9. Próximo a UCEG, tem clube de tenis e escolinha de futebol, é um inferno , os carros ficam na calçada embaixo das sombras das árvores, e nós pobres mortais andando pela rua. Nao tem fiscalização. Bairro Cocaia, onde tb tem exame de volante.

    Responder
  10. Anair Rizzatti

    Parabéns pela aprovação desta lei
    Hoje muitas e muitas pessoas do pensam em si ,muito egocêntricas ,não respeitam o direito do outro de descansar ouvir a sua música a televisão dormir devido estes pancadoes.agora e só aplicar a lei ,e o que espero

    Responder

Deixe seu Comentário