Número de visitantes ao arquivo histórico apresenta queda expressiva

Número de visitantes ao arquivo histórico apresenta queda expressiva

Lucy Tamborino

Ocupando uma área no Adamastor Centro, no bairro do Macedo, o Arquivo Histórico Municipal de Guarulhos teve seu número de visitas reduzido no ano passado. Até o mês de agosto, 175 pessoas frequentaram o local, apenas 13% de todas as visitas recebidas em 2017, quando foram contabilizadas 1.292 pessoas no espaço.

Os números registrados podem significar que as pessoas têm buscado menos por pesquisas referentes à cidade. No acervo em Guarulhos, além de documentos, sobre as atividades desenvolvidas pelo poder público, desde a fundação da cidade, há mais de 40 mil fotos. Outras memórias são mapas, desenhos técnicos, plantas, atas da Câmara, e de arquivos sobre os ex-prefeitos. Muitos documentos são fruto de doações de arquivos pessoais.               

De acordo com a responsável pelo espaço, a arquivista Araci Borges, a cultura, história e memória são elementos construtores da identidade da cidade, ajudando a eternizar momentos, fatos e notícias.

Todo o material fica disponível para que os interessados possam fazer pesquisas e trabalhos escolares, científicos ou acadêmicos, sempre de segunda a sábado, das 9h às 17h.

Imagem: Lucy Tamborino

4 Comentários neste post

  1. Matilde R. Yamamuro

    Creio que a transferência do local deixou menos visível este serviço importante para a população guarulhense, porque no endereço anterior despertava a curiosidade das pessoas que passavam pela região, como ocorreu comigo, me proporcionando passeios culturais muito importantes e interessantes.

    Responder
  2. Carlos de Souza

    Resultado do avanço acelerado processo de imbecialização a que os brasileiros vêm sendo submetidos nas últimas décadas. Cada vez mais incapazes de ligar o “lé com cré”, as pessoas preferem as fórmulas prontas e expandem seu acervo cultural assistindo a novelas, programas de fofocas, BBB e ouvindo funk.

    Responder
  3. Rita de Cassia da Silva

    Que bom ter essa materia assim consegui saber onde fica o patrimonio historico. Um pouco da minha historia esta ai. Vou em busca de vc tio Gabriel… avô Libanio…

    Responder
  4. Inácio cordeiro

    Dona Araci é uma mulher fantástica. Sabe tudo sobre Guarulhos e do arquivo. Muito educada por sinal

    Responder

Deixe seu Comentário