Sabesp entrega hoje as primeiras obras para fim do rodízio de água em Guarulhos

Sabesp entrega hoje as primeiras obras para fim do rodízio de água em Guarulhos

Da Redação

O que seria do ser humano sem a água? Ela é essencial para a qualidade de vida da população e se tornou um dos maiores desafios de Guarulhos que, nos últimos 50 anos, sofreu graves consequências pela falta de planejamento no setor de abastecimento e tratamento de esgoto.

No entanto, agora a cidade se prepara para, a partir de 2019, entrar numa nova era na questão da água, principalmente no que diz respeito ao abastecimento de mais de 1,3 milhão de habitantes e tratamento de esgoto.

A partir de janeiro, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), umas das empresas da área de abastecimento mais respeitadas do mundo, assumirá a gestão, hoje sob a responsabilidade do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), pelos próximos 40 anos.

A vinda da Sabesp para a segunda maior cidade do estado de São Paulo trará investimentos na ordem de R$ 3 bilhões para manutenção e modernização da rede de distribuição e tratamento de esgoto, garantiu uma nova negociação da dívida de R$ 3,2 bilhões entre a autarquia e a companhia estadual e realizará um dos maiores sonhos das milhares de famílias de várias regiões do município: acabar com o rodízio de água.

No dia 21 de setembro, o governador Márcio França veio a Guarulhos para assinar o contrato da nova gestão de abastecimento e tratamento de esgoto com o prefeito Guti (PSB) e anunciar o fim do rodízio em todo o município.

No mês seguinte, após aprovação pela Câmara Municipal, Guti sancionou a lei 7656/2018, que trata da concessão da autarquia à companhia estadual.No último dia 12, a Prefeitura de Guarulhos e o Governo do Estado assinaram o contrato de concessão.

A partir daí, a Sabesp irá assumir 100% do abastecimento de água e realizar 48% do tratamento de esgoto, a partir das estações de tratamento São Miguel Paulista e Parque Novo Mundo. Segundo cronograma estabelecido, a região do Pimentas e Centro terão o rodízio encerrado de forma definitiva em até 100 dias para cerca de 400 mil pessoas. Em até 180 dias,Cabuçu, Parque Continental e Picanço devem ser beneficiadas e a região de Bonsucesso até setembro de 2019..

“O planejamento é que até o final do ano que vem todos os bairros de Guarulhos sejam abastecidos diariamente. E, em paralelo, vamos tratar o esgoto da cidade”, enfatizou o governador.

Imagem: Bigstok

Deixe seu Comentário