Mananciais são tratados com responsabilidade pela companhia

Mananciais são tratados com responsabilidade pela companhia

Da Redação

Os mananciais são reservas hídricas ou fontes de água para abastecimento público e podem ser superficiais ou subterrâneas.  Antes do tratamento nas estações, a água é retirada de rios, lagos, riachos, represas e lençol freático. Daí a importância da conservação e proteção destas áreas para garantir água em quantidade e qualidade adequadas.

As represas utilizadas para fins de abastecimento público têm a finalidade de acumular água no período chuvoso ou úmido para ser utilizada no período seco ou de estiagem, permitindo o fornecimento de água para a população ao longo do ano.

As represas também possuem um papel fundamental no controle das cheias, pois, no período de fortes chuvas,retêm parte da vazão que chegaria aos rios, córregos e centros urbanos,armazenando ou liberando os volumes de água aos poucos, de forma controlada,evitando ou reduzindo o impacto de inundações.

Na Região Metropolitana de São Paulo a fonte principal utilizada para abastecimento público é a água armazenada em barragens ou represas. Diariamente, são divulgados relatórios com os índices, quantidade de chuvas e reserva destes mananciais que podem ser acompanhados por um sistema da própria Sabesp.

No Interior de São Paulo é comum o uso da água de poços profundos provenientes de mananciais subterrâneos que também inspiram proteção e cuidados. Já no litoral,há mananciais de serra e rios imprescindíveis ao desenvolvimento das regiões.

Para o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo existem várias represas que compõem o  Sistema Integrado Metropolitano. São eles: Cantareira, Alto Tietê, Guarapiranga, Rio Grande, Rio Claro e Cotia.

As estações de tratamento que cuidam do esgoto de São Paulo

Estação de Tratamento ABC

A Estação de Tratamento de Esgotos ABC está localizada no município de São Paulo, próximo à Avenida Almirante Delamare e à margem esquerda do Córrego dos Meninos, na divisa entre os municípios de São Paulo e São Caetano do Sul.

A instalação atende as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema, São Caetano do Sul, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e uma parte da cidade de São Paulo. A ETEABC recebe também o lodo proveniente da Estação de Tratamento de Água Rio Grande.

Estação Barueri

A estação localiza-se no município de Barueri e serve a maior parte da cidade de São Paulo. Também atende os municípios de Jandira, Itapevi, Barueri, Carapicuíba, Osasco, Taboão da Serra, Santana do Parnaíba e partes de Cotia,  Embu e Itapecerica da Serra.

 ETE Parque Novo Mundo

A Estação de Tratamento de Esgotos do Parque Novo Mundo está no município de São Paulo, na margem direita do rio Tietê, próximo à rodovia Fernão Dias. O Sistema Parque Novo Mundo atende parte das zonas leste e norte do município de São Paulo e foi projetado para atender parte de Guarulhos.

ETE São Miguel

A Estação de Tratamento de Esgotos São Miguel situa-se à margem esquerda do Rio Tietê, nas proximidades do km 25 da Rodovia Airton Senna, ao lado da Companhia Nitroquímica Brasileira. O Sistema São Miguel atende basicamente o extremo leste do município de São Paulo e parte das cidades de Guarulhos, Arujá, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba.

Estação Suzano

A Estação de Tratamento de Esgotos de Suzano está localizada no município de Suzano, a sudeste de São Paulo, e serve os municípios de Mogi das Cruzes, Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos.

Imagem: Divulgação

Deixe seu Comentário