Assistência Social certifica alunos dos cursos profissionalizantes em cerimônia no Adamastor

Assistência Social certifica alunos dos cursos profissionalizantes em cerimônia no Adamastor

Da Redação

Os 480 alunos dos cursos profissionalizantes oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social receberam nesta segunda-feira (17), no Adamastor Centro, os certificados de conclusão, que possibilitarão a muitos o ingresso no mercado profissional. Com a presença dos professores e autoridades,o evento foi marcado por homenagens aos professores e mensagens de esperanças aos alunos.

A secretária-adjunta de Desenvolvimento e Assistência Social, Cláudia Papotto, aproveitou a oportunidade para parabenizar todos os profissionais que se dedicaram na função de passar conhecimento aos alunos. “O país passa por dificuldades e vocês (alunos) estão aqui procurando se superar. Com certeza, 2019 será um ano melhor”, comentou Cláudia.

Os cursos oferecido sforam os de cabeleireiro, corte e costura, cuidador de idosos, culinária japonesa, culinária para buffet, depilação,doces e sobremesas, manicure, maquiagem, pizzaiolo e técnicas de gastronomia.

Para a aluna docurso de cabeleireiro, Roseli Lima dos Santos, desempregada há quatro anos, a iniciativa é uma oportunidade de voltar para o mercado de trabalho. “O curso foi excelente, uma mistura de básico com avançado. Foi uma experiência muito interessante, aprendi bastante e, inclusive, já consegui algumas clientes”, comemorou Roseli.

O mesmo sentimento de gratidão é da aluna Gorgina Lopes da Cunha, que recebeu o certificado do curso de maquiagem. “A prefeitura, com essa nova gestão, vem nos ajudara entrar no mercado de trabalho. Estou super feliz e realizada”, disse Gorgina, listando uma série de outras atividades que já exerce. “É mais um aprendizado. Além disso, as profissões mudaram e tem muita cosia nova. O curso é uma oportunidade para todas as mulheres de baixa renda”, completou.

A iniciativa da prefeitura tem como objetivo a inclusão social e reinserção de pessoas no mercado de trabalho, possibilitando autonomia econômica e geração de renda familiar. Com duração de três meses, os cursos foram ministrados por formadores da administração municipal e disponibilizados às pessoas de baixa renda. A ação conta com várias parcerias: Fundo Social de Solidariedade, Hotel Santa Mônica, Instituto Acolher, ONG Restaurando Vidas.

Imagem: Fábio Nunes Teixeira/PMG

Deixe seu Comentário